GESTÃO

Britânia adere à inteligência artificial na gestão e nos produtos

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, de Curitiba, PR ... 23/08/2019 ... Convergência Digital

A Britânia, uma das mais tradicionais indústrias do País, está usando a inteligência artificial na gestão dos processos e também nos seus produtos - com o lançamento de um aspirador-robô para o consumidor final. Ao participar do MyInova Summit 2019, realizado esta semana, em Brasília, a gerente de Marketing, e-commerce e Parcerias da Britânia, Samanta Puglia, admitiu que ao adotar IA na gestão do processos trouxe dores, entre elas, a adequação do quadro de pessoal.

"Tive que demitir duas pessoas por conta a automação, mas ela é inevitável. A automatização está acontecendo em funções que a maioria não gosta de fazer, são funções chatas. A IA está mudando o processo e o funcionário tem de pensar na sua requalificação", observou a executiva. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Samanta Puglia, conta como é estar à frente da jornada digital em uma indústria como a Britânia. Assistam.


Carreira
Ministério da Economia vai contratar 350 temporários para transformação digital. Assespro diz que medida é nociva

Seleção simplificada mira especialistas em gestão de projetos, infraestrutura de TI, segurança de dados, experiência do usuário e desenvolvimento de software. Federação Assespro reclama da falta de parceria do governo com as empresas.

Receita simplifica certificado digital online para pessoa jurídica

Segundo o Fisco, empreendedores não precisarão se deslocar a estabelecimentos físicos para obter um e-CNPJ junto à Autoridade Certificadora.

Governo recria Conselho Nacional do Consumidor e inclui Anatel

Decreto cria órgão com 15 integrantes, sendo quatro das agências de telecomunicações, aviação civil, energia e petróleo. 

Covid-19 acelerou digitalização de 200 serviços públicos

Segundo a Secretaria de Governo Digital, em 18 meses já são 800 serviços acessíveis totalmente de forma digital. 

Petrobras adota satélite de baixa órbita para reduzir tempo de transmissão de dados

Estatal contratou satélites de órbita média terrestre para reduzir em 75% a transmissão de dados. Tecnologia vai ser usada em outras oito plataformas da Petrobras, instaladas nos campos de Búzios, Lula, Berbigão e Atapu.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G