Home - Convergência Digital

Trump é pressionado e anuncia novo prazo para a Huawei atuar nos EUA

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 18/08/2019

O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, informou nesta segunda-feira,19/08, que o governo norte-americano vai prorrogar o adiamento dado à Huawei Technologies que permite que a empresa chinesa compre suprimentos de empresas norte-americanas para atender clientes existentes. A primeira licença - concedida em maio no auge da crise- perderia validade hoje. Mas outras 46 filiais adicionais da Huawei foram incorporadas à Lista de Entidades, a chamada lista negra econômica.

A decisão do governo Trump não foi por bondade ou um sinal de tentativa de negociação. A pressão das empresas norte-americanas de tecnologia segue forte desde o começo da disputa comercial entre os EUA e a China. Ontem, dia 18/08, o presidente da Apple, Tim Cook, conversou pessoalmente com o presidente Donald Trump. E o alertou para o impacto no negócio da companhia norte-americana e a disputa com a sul-coreana Samsung pela liderança mundial de smartphones.

De acordo com a Agência Reuters, Donald Trump disse que Cook “apresentou um bom argumento” de que as tarifas poderiam prejudicar a Apple, já que os produtos da Samsung não estariam sujeitos a essas mesmas tarifas. As tarifas sobre um valor adicional de 300 bilhões de dólares em produtos chineses, incluindo eletrônicos de consumo, devem entrar em vigor em duas etapas, em 1º de setembro e 15 de dezembro.

A decisão de adiar a proibição à Huawei também esstá ligada a um fato relevante: a inclusão da fabricante chinesa na lista negra poderia causar sérios problemas aos moradores norte-americanos nas regiões rurais, atendidos por operadoras que usam exclusivamente equipamentos da Huawei.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2020
Anatel convoca fabricantes, teles e fornecedores para evento sobre 5G

20/02/2020
Consumo alto de energia desafia o futuro dos data centers

19/02/2020
CCT do Senado cria subcomissão para acompanhar leilão do 5G

19/02/2020
Defesa Cibernética: 5G do Brasil deve resistir a riscos de qualquer empresa ou nação

19/02/2020
Itamaraty: Norma para fatiar fornecedores no 5G é dispensável

19/02/2020
Vivo: Controle de segurança sobre a Huawei é igual a de qualquer fornecedor

19/02/2020
Anatel: Quem escolhe fornecedor 5G são as teles vencedoras do leilão

18/02/2020
Senado chama GSI, Anatel e Huawei para debater disputa entre EUA e China pelo 5G

18/02/2020
Brasil terá 6,2 bilhões de downloads de aplicações móveis até 2023

17/02/2020
Claro, Ericsson e Qualcomm fazem teste de compartilhamento dinâmico de espectro 5G na AL

Destaques
Destaques

Governo do Brasil ainda avalia restringir Huawei na implantação do 5G

MCTIC estuda a publicação de um novo Decreto, ou em forma de Portaria, com normas para cibersegurança específicas para o setor de telecomunicações. A estratégia Nacional de Segurança Cibernética, recém-lançada pelo Governo, tratou - de forma genérica- o tema 5G.

5G exigirá uso de requisitos mínimos de Segurança Cibernética

Tecnologia é apontada como 'uma revolução na comunicação de dados, no potencial de emprego de equipamentos de Internet das Coisas e na prestação de novos e disruptivos serviços".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site