NEGÓCIOS

Assespro: Não cabe distinção entre software de prateleira e software por encomenda

Por Luis Osvaldo Grossmann* ... 08/08/2019 ... Convergência Digital

Em nota enviada ao portal Convergência Digital, nesta quinta-feira, 08/08, após consulta sobre o impacto da solução de consulta 3037/19, publicada pela Receita Federal no Diário Oficial da União,  onde estabele que software de prateleira pague 8% de imposto e software por encomenta, 32% se a prestadora de serviço de informática optar pelo lucro presumido, a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Federação Assespro, afirma que é um erro crfiar essa distinção entre software de prateleira e software desenvolvido sob encomenda.

Para a entidade, essa separação não se justifica para fins de tributação e que se trata de uma 'interprestação errônea do nosso ordenamento jurídico'. Ainda assim, a Federação Assespro entende que a solução de consulta 3037/19 não alterou o entendimento já manifestado pela Receita Federal desde a solução de consulta 123/2014, apenas detalha a aplicação do conceito defendida pelo Fisco nos últimos anos.

A Federação Assespro entende que a solução de consulta 3037/19, publicada no Diário Oficial da União, não afeta as emrpesas de TI de forma negativa, mas a entidade reitera 'o compromisso para que se tenha um sistema tributário que possa garantir maior segurança jurídica e alavancar o crescimento da economia digital'.

*Colaborou Ana Paula Lobo


Cloud Computing
BIC faz transformação digital com Salesforce

Multinacional reescreve relacionamento com cliente e obteve um aumento de 90% na velocidade de entrada de pedidos, tempo entre o vendedor registrar o pedido no sistema e ele ser faturado, resultando em uma queda de 24h úteis para apenas 2 horas.

Depois de vários nãos, Covid-19 faz Xerox desistir de oferta hostil pela HP

Aquisição, agora, é considerada muito arriscada. Proposta feita era de US$ 35 bilhões.

Big data e IA para saúde fazem Semantix comprar a Tradimus

Empresa brasileira adquiriu solução voltada para gestão dos recebimentos de pagamentos das seguradoras e operadoras de planos de saúde pelos serviços prestados. Valor da transação não foi revelado pelas partes.

Fenainfo faz manifesto pela retomada das atividades econômicas

Entidade, que reúne mais de 120 mil empresas de TI, afirma que 'diante da paralisação de muitos dos seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar'.

Coronavírus: Generali amplia uso de PC alugado da Simpress por home office

Seguradora decidiu dobrar a quantidade de equipamentos contratados por outsourcing para manter o funcionamento dos negócios. CEO da Simpress, Vittorio Danesi, diz que, em sete dias, foram alocados mais de três mil notebooks em distintos clientes.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G