Home - Convergência Digital

Tencent e Qualcomm negociam chips para jogos em 5G

Convergência Digital* - 30/07/2019

A Qualcomm e a Tencent Holdings anunciaram que vão cooperar em projetos que incluam a possibilidade de tornar os videogames da empresa chinesa melhores em aparelhos com chips Qualcomm, e criar uma versão 5G de um software compatível com um telefone para jogos da Tencent.     

A Qualcomm é a maior fornecedora de chips para telefones celulares que alimentam muitos dispositivos Android. Com uma capitalização de mercado de cerca de US$ 453 bilhões, a Tencent é a maior empresa de software para dispositivo móvel da China e é proprietária da rede social WeChat. 

Pelo acordo, os futuros jogos da Tencent poderiam ser “otimizados” para telefones Android que rodam chips de videogames Snapdragon Elite da Qualcomm, disseram as companhias em um comunicado.     

Eles já trabalharam juntos em um telefone de jogos. No início deste mês, a Tencent emparelhou-se com a divisão de dispositivos para jogos da Asustek Computer, Republic of Games, para introduzir um telefone para jogos com um chip da Qualcomm.     

A Tencent e a Qualcomm também planejam desenvolver em conjunto uma versão 5G do telefone para jogos, o que poderia ajudar a reforçar os planos da Tencent para um serviço de streaming de jogos.     

As velocidades de conexão mais rápidas de dispositivos 5G podem permitir o streaming de jogos mais complexos para dispositivos móveis. A Microsoft, empresa sediada nos EUA, e o Google, da Alphabet, também lançaram serviços de streaming de jogos.      

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

08/07/2020
5G da Claro será na faixa de 2,6 GHz

08/07/2020
Faria: 5G depende de posição do presidente Jair Bolsonaro

07/07/2020
Nokia usa RAN aberto para provocar Ericsson no 5G

03/07/2020
Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

02/07/2020
Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

02/07/2020
Claro traz 5G com compartilhamento de frequência para o Brasil

30/06/2020
Vivo e TIM avançam com OpenRAN para 'quebrar' concentração dos fornecedores

30/06/2020
Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

29/06/2020
Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

25/06/2020
Covid-19 impôs revisão dos projetos 5G na América Latina

Destaques
Destaques

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site