Home - Convergência Digital

Serpro: TST propõe reajuste de 3,55% para acordo coletivo

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann* - 27/06/2019

O Tribunal Superior do Trabalho apresentou uma proposta de acordo coletivo a ser avaliado pelos trabalhadores e pela direção do Serpro. A exemplo do que foi negociado pela Dataprev, o reajuste salarial proposto equivale a 70% da inflação dos 12 meses anteriores a maio deste 2019. O que significa uma correção de 3,55% nos salários. 

“Não se pode ignorar que a inflação do período sofreu elevação significativa, o que tem dificultado o fechamento do índice para diversas categorias com data-base no mesmo período”, afirmou o vice-presidente do TST, Renato de Lacerda Paiva, que apresentou a proposta de acordo. O próprio ministro reconheceu, no entanto, que e “há ainda impasses sobre algumas cláusulas sociais”.

Se o acordo na Dataprev envolveu poucas mudanças nos termos gerais do acordo coletivo, no caso do Serpro a proposta incorpora três dezenas de alterações. Segundo a Fenadados, nesse caso um acordo está mais distante especialmente por conta das alterações no plano de saúde dos funcionários da estatal. 

* Com informações do TST

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/01/2020
Falha em equipamentos do Serpro causa instabilidade em serviços da Receita

16/01/2020
Governo diz que não vai vender dados de Serpro e Dataprev, mas pode terceirizar custódia

15/01/2020
Trabalhadores do Serpro aprovam 'estado de greve' contra privatização

13/01/2020
Serpro pode demitir até 3 mil e fechar 16 escritórios

13/01/2020
TST: É discriminação negar emprego a quem tem nome 'sujo'

08/01/2020
Serpro fecha um contrato de R$ 34,8 milhões com o Governo Federal até 2025

19/12/2019
Serpro abre cadastro para terceirizar codificação de software

16/12/2019
Trabalhadores do Serpro aceitam proposta de participação nos lucros

11/12/2019
TCU: Contratos sem licitação de Serpro e Dataprev podem ser mantidos após privatização

11/12/2019
BBTS e trabalhadores assinam acordo para aumento de 2,04%

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Análise de requisitos define sucesso ou morte dos projetos de TI

Como demonstra o professor e pesquisador Marcos Kalinowski, do departamento de informática da PUC-RJ, especificação boa ou ruim pode triplicar a produtividade ou aumentar em até 50% os custos. O professor da PUC-RJ coordena um projeto de pesquisa na área de Engenharia de Requisitos que envolve mais de 50 pesquisadores de 20 países.

Negócios na nuvem vão gerar 491 mil empregos diretos no Brasil até 2024

A batizada, 'economia Salesforce', formada pelo ecossistema de parceiros e clientes da companhia, vai gerar nos próximos seis anos, 780 mil empregos indiretos e uma receita de R$ 247 bilhões em novos negócios. Transformação digital será responsável por 50% dos gastos com software e computação em nuvem.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site