Convergência Digital - Home

Embratel: multicloud dá liberdade para o cliente escolher a nuvem que quer

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Rafael Mariano - 17/06/2019

O mundo mudou, os clientes mudaram, e a Embratel ou qualquer outra prestadora de serviços de telecomunicações precisa estar pronta para atender às novas demandas, observa o diretor-executivo, Antonio João Filho. Segundo ele, mesmo com as novas tecnologias, a conectividade é o pilar da transformação digital.

"A conectividade precisa ser robusta, a comunicação precisa ser perene e estar disponível o tempo todo para que o negócio funcione", salientou em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital.

Com relação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, o papel da Embratel é oferecer segurança para evitar que as empresas sejam surpreendidas por vazamento de dados ou ataques DDoS que paralisem as suas atividades. "Nós, como prestadoras de serviços, oferecemos testes de vulnerabilidades para mitigar os riscos", afirmou.

O uso da nuvem cresce e os bancos, de três anos para cá, estão mais abertos, especialmente após a resolução do Banco Central que permitiu o uso de nuvem não proprietária. No caso da Embratel, a estratégia foi centrar os negócios na multicloud. "Temos a nossa nuvem própria para oferecer, mas também oferecemos as nuvens de parceiros como AWS, Google e Azzure", disse. Para Antonio João Filho, multicloud permite ao cliente a liberdade de escolher a nuvem mais aplicada ao seu modelo de negócio. Assistam à entrevista com Antonio João Filho.


SAS Institute oferece 50% de desconto em julho em cursos voltados a análise de dados

Quer aprender a tirar o melhor proveito do seu dado? Aprenda como tirar insights para o seu negócio. Entre os cursos com desconto estão 'descomplicando os dados através de relatórios' e 'entendendo e tirando valor dos dados usando códigos SAS'

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site