NEGÓCIOS

Unisys: LGPD exige interligação das agendas econômica e digital

Ana Paula Lobo ... 11/06/2019 ... Convergência Digital

O Brasil ainda tem muito por fazer para se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, mas as empresas já estão se mobilizando para entender o impacto da governança dos dados nos seus negócios, afirmou o CEO da Unisys para a América Latina, Eduardo Almeida. Em entrevista à CDTV, do Convergência Digital, durante o CIAB 2019, que acontece esta semana, em São Paulo, o executivo disse que a relação entre fornecedor e cliente passa por um momento de mudança.

"A transformação digital mudou as empresas, mas, de fato, quem está mudando é o usuário. Ele demanda mais transparência e maior controle das suas informações", observou Almeida. O executivo lembrou que o hackeamento de celulares de autoridades só comprova que o crime cibernético está no dia a dia dos negócios e da vida pessoal. "Quando se fala da tecnologia como viabilizadora de negócios, significa que ela tem de mitigar os riscos."

Segundo Almeida, a agenda econômica precisa ser interligada à agenda digital. "Não tenho dúvida que as duas andam de mãos dadas. A agenda digital faz com que a agenda econômica fique mais efetiva, uma vez que na era dos dados resguardar a informação é crucial", pontuou o executivo. Sobre o mercado financeiro, que representa mais de 50% da receita da Unisys na América Latina, Eduardo Almeida disse que, hoje, os temas mais relevantes são segurança da informação, gestão de riscos, a implantação de blockchain e o atendimento ao cliente. Assistam à entrevista com o CEO da Unisys, Eduardo Almeida.


Big data e IA para saúde fazem Semantix comprar a Tradimus

Empresa brasileira adquiriu solução voltada para gestão dos recebimentos de pagamentos das seguradoras e operadoras de planos de saúde pelos serviços prestados. Valor da transação não foi revelado pelas partes.

Fenainfo faz manifesto pela retomada das atividades econômicas

Entidade, que reúne mais de 120 mil empresas de TI, afirma que 'diante da paralisação de muitos dos seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar'.

Coronavírus: Generali amplia uso de PC alugado da Simpress por home office

Seguradora decidiu dobrar a quantidade de equipamentos contratados por outsourcing para manter o funcionamento dos negócios. CEO da Simpress, Vittorio Danesi, diz que, em sete dias, foram alocados mais de três mil notebooks em distintos clientes.

HP: proposta da Xerox é irresponsável e fora da realidade

Fabricante volta a dizer não para a oferta de US$ 35 bilhões e assegura que "o negócio e impõe sinergias irrealistas e inatingíveis'.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G