INTERNET

BNDES Direto 10 permite compra de software nacional e de fibra óptica

Da Redação da Abranet ... 10/06/2019 ... Convergência Digital

Depois de quase um ano de gestação, e como o site da Abranet antecipou em dezembro passado, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou, no dia 29 de maio, o Programa BNDES Direto 10, que apoiará investimentos de setores de alta complexidade tecnológica e intensivos em conhecimento, tais como Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC), Educação, Economia Criativa, Eficiência Energética, Equipamentos de Saúde, Autopeças, Bens de Capital (BK), Defesa e Inovação. O objetivo é estimular o esforço inovador de pequenas e médias empresas desses e de outros setores que poderão acessar os recursos. A gestão dos recursos está com a Softex.

O BNDES Direto 10 foi desenhado para apoiar companhias que promovem melhoria de produtividade, geram os empregos do futuro, criam produtos de alto valor agregado, promovem a expansão da infraestrutura de banda larga e ampliam a eficiência energética. O foco do novo produto são pequenas e médias empresas, com faturamento anual entre R$ 3 milhões e R$ 300 milhões, que poderão ter acesso direto ao BNDES para financiamentos entre R$ 1 milhão a R$ 10 milhões.

Quem pode solicitar:

Micro, pequenas e médias empresas que atendam os critérios a seguir:

Estar constituída há no mínimo três anos;

Pulverização de carteira, baseada nas Demonstrações Financeiras do Último Exercício, sendo maior cliente ≤ 30% da ROL; e três maiores clientes ≤ 70% da ROL.

No caso específico dos prestadores de serviços de Internet, também será exigido o registro adequado na Anatel (Selo Anatel).

Também devem atender a dois dos três critérios financeiros listados, com base nas demonstrações financeiras:

Estrutura de Capital: Patrimônio Líquido / Ativo Total >= 0,3,

Endividamento: Valor do pleito + Dívida Bancária Líquida / EBITDA <= 3,0,

Porte: Valor do pleito / Receita Operacional Líquida <= 0,4

Alternativamente, é possível apresentar carta de fiança bancária como garantia à operação, o que dispensará o atendimento aos referidos critérios financeiros.

O que pode ser financiado:

Investimentos de empresas dos setores de Tecnologias da Informação e Comunicação.

Itens financiáveis:

remuneração de equipe própria destinada às atividades de P&D, engenharia, marketing e comercialização;

obras civis obedecidas às legislações ambientais e urbanísticas aplicáveis;

serviços técnicos especializados: estudos e projetos, P&D e inovação, incluindo serviços tecnológicos credenciados no Credenciamento de Fornecedores 

Informatizados – CFI;

aquisição de máquinas e equipamentos nacionais novos credenciados no BNDES;

aquisição de máquinas e equipamentos importados novos sem similar nacional;

aquisição de móveis, utensílios e materiais permanentes nacionais novos;

treinamento;

ativos intangíveis: aquisição de propriedade intelectual e aquisição de software nacional credenciado no BNDES;gastos operacionais: gastos com marketing e comercialização, gastos regulatórios, seguros, viagens e diárias, aquisição de direitos autorais, patrimoniais, de difusão e comercialização de conteúdo brasileiro, gastos com papel e impressão, gastos de produção e distribuição audiovisual e gastos de produção editorial.

Para maiores informações, a Softex disponibilizou este email: comunicacao@softex.br


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Convenções partidárias para Eleições 2020 podem ser feitas por videoconferência

TSE decidiu que os partidos têm autonomia para utilizarem as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas para suas convenções.

Latinos desconfiam de censura em dados sobre a Covid-19

No Brasil, 47% acreditam em controle nas mídias e redes sociais. Abaixo de Espanha (54%), México (59%) e Colômbia (61%). Aqui, a TV teve a preferência para acesso à informação. Nas redes sociais, o Facebook e o WhatsApp empataram com 34%.

STF: Fachin diz que bloqueio do WhatsApp passa pela Autoridade de Dados

Assim como Rosa Weber, que relata a ADI 5527, Edson Fachin defendeu o direito ao uso da criptografia. Julgamento foi suspenso.

MP de Brasília abre inquérito para apurar venda de dados pessoais

Empresa na mira do Ministério Público do Distrito Federal e Territorios (MPDFT) é a Procob S.A. De acordo com a denúncia, essa empresa comercializa relatórios contendo informações como endereço, telefones, e-mails e outros.

TJSP começa com grupo Itaú projeto de citação eletrônica de pessoas jurídicas

Segundo oTribunal, informações técnicas para a participação foram enviadas a diversas instituições, mas por enquanto  somente o grupo financeiro respondeu. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G