TELECOM

Telebrasil: Transformação digital exige políticas públicas para TICs

Da Agência Telebrasil ... 21/05/2019 ... Convergência Digital

Durante a cerimônia de abertura do Painel Telebrasil 2019, realizada nesta terça-feira, 21/05, em Brasília, o presidente da Associação Brasileira de Telecomunicações, Luiz Alexandre Garcia, reforçou a necessidade de o Brasil efetivar medidas para acelerar a Transformação Digital. "Qual é o Brasil que nós queremos? Certamente todos aqui responderão que é um Brasil moderno, próspero, competitivo, com conectividade e um ambiente digital desenvolvido e presente em todos os segmentos, mas para isso precisamos de ações em prol das TICs", afirmou o executivo.

Garcia lembrou que, hoje, o brasileiro passa 9 horas do dia conectado e apontou que isso não é uma exclusividade das classes mais altas, já que 78% dos internautas estão nas classes C, D e E. "Sem Telecomunicações do Brasil, nada disso seria possível", enfatizou. Responsáveis pela geração de mais de 1 milhão de empregos, as Telecomunicações do Brasil já investiram, desde a privatização em 1998, mais de 1 trilhão de reais para construir a quinta maior infraestrutura de telecomunicações do mundo e, segundo lembrou o presidente da Telebrasil, agora, se preparam para fazer o 5G acontecer no País.

Mas para fazer mais, é urgente a necessidade de modernizar o marco regulatório de telecom com a aprovação do PLC 79/16 no Congresso Nacional. "As regras que hoje estão em vigor obrigam a investimentos e custos vultosos em telefonia fixa e orelhão, enquanto a maior demanda da população é por banda larga", disse o presidente da Telebrasil. Garcia advertiu ainda para a urgência de as cidades brasileiras, inclusive grandes capitais, entenderem a necessidade de liberar a instalação de antenas. "O 5G está chegando e exigirá até cinco vezes mais antenas que o 4G."

Com relação à Internet das Coisas, Luiz Alexandre Garcia afirmou que, se forem mantidas taxas como o Fundo para Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), “dificilmente ela será uma realidade no País”, uma vez que que a soma dos gastos com os tributos ultrapassará facilmente a receita dos dispositivos. O presidente da Telebrasil sustentou que na era da economia digital a agenda do Brasil Digital precisa necessariamente entrar no foco da agenda econômica. "Estratégias baseadas na utilização e massificação das TICs são essenciais para tornar o País competitivo e alinhado com as nações desenvolvidas", pontuou.

Para acelerar a construção desse Novo Brasil, a Telebrasil apresentou sete medidas, reunidas em um documento entregue às autoridades presentes ao Painel Telebrasil 2019. As medidas propostas pelo setor de telecomunicações são:

1 - Novo marco legal – Aprovação e sanção do PLC 79/16, permitindo mais investimentos em banda larga, ampliação do horizonte de planejamento, antecipação de investimentos compartilhados, redução de custos e de prazos e ampliação da competição na oferta de serviços.

2 - Plano Nacional de IoT – Aprovação do Plano Nacional de IoT, propiciando aceleração de investimentos privados na construção da infraestrutura digital e de ganhos de produtividade e de competitividade nacional.

3 - IoT com tributação zero – Fim de tributos que impedem o desenvolvimento da Internet das Coisas, garantindo viabilidade econômica de sua aplicação na agricultura, cidades inteligentes, educação, indústria 4.0, saúde, segurança pública etc.

4 - Carga tributária – Redução da carga tributária sobre telecom, cujos serviços e infraestrutura são essenciais para a recuperação econômica e social do País e para a Transformação Digital.

5 - Leilões não arrecadatórios – Realização de leilões de frequência não onerosos para o 5G, com regras que, em vez de priorizarem a arrecadação, incentivem a demanda por infraestrutura e acelerem a disseminação do uso do 5G.

6 -Infraestrutura – Atualização das legislações municipais sobre licenciamento e ocupação do solo urbano, adequando-as à legislação nacional de telecom, para ampliar o atendimento da demanda da população por acesso à internet.

7 - Capital Humano – Formação e qualificação de profissionais demandados pela Transformação Digital, essencial para a inserção do Brasil na Sociedade do Conhecimento, globalizada e altamente competitiva, baseada em plataformas com TICs.

O presidente da Telebrasil, Luiz Alexandre Garcia, entregou as Propostas da Telebrasil 2019 às autoridades presentes à cerimônia, entre elas, o secretário-executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Júlio Semeghini, representando o ministro Marcos Pontes; o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência do Brasil, General Santos Cruz; o senador Eduardo Gomes,  do Solidariedade/Tocantins; o Senador Arolde de Oliveira, do PSD/Rio de Janeiro; o General Oliveira Freitas, representando o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General Heleno; Moisés Moreira, conselheiro da Anatel, representando o presidente da agência, Leonardo Euler de Morais; o presidente da Ancine, Christian Castro; o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior; Odelmo Leão, prefeito de Uberlândia; Anderson Farias Ferreira, secretário de Gestão de São José de Campos; o presidente da ConTIC, Edgar Serrano; Vivian Suruagy, presidente da Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática (Feninfra); Oscar Simões, da Associação Brasileira de TV por Assinatura; Carlos Oliveira, ministro conselheiro digital da União Europeia e Alvaro Vasconcelos, diretor geral da Associação Brasileira de Rádio e Televisão.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel aperta o cerco aos equipamentos piratas de TV por Assinatura

Agência reguladora alerta que os aparelhos sem homologação aumentam o risco de vazamento de materiais tóxicos, choques elétricos e até explosões. No ano passado, mais de 200 mil foram lacrados. Dados da ABTA, entidade setorial do segmento, pelo menos 4,2 milhões de usuários têm acesso ilegal a canais pagos no Brasil.

Vivo coloca IA Aura para atender clientes pelo WhatsApp

Pelo número 11-99915-1515, é possível esclarecer dúvidas sobre planos e promoções, verificar consumo de dados, fazer recargas com bônus e receber 2ª via de conta, entre outras funcionalidades.

Silêncio positivo para antenas passa na MP da Liberdade Econômica, mas não como o mercado esperava

Serão os órgãos públicos- os responsáveis pela burocracia excessiva e que restringem a liberação da implantação - os responsáveis por determinar um prazo máximo de resposta. MP da Liberdade Econômica também mexeu em pontos da Lei trabalhista.

Unifique compra provedor Internet em Santa Catarina

Aquisição faz parte da estratégia da Telecom catarinense de ampliar sua área de expansão e conquistar 1 milhão de residências até 2025. Unifique, hoje, atende a 116 municípios do Estado de Santa Catarina.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G