Home - Convergência Digital

TRT define reajuste de 3,43% no dissídio coletivo dos trabalhadores de TI de São Paulo

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 05/04/2019

O desembargador Rafael Edson Pugliese Ribeiro, do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, apresentou nesta quinta-feira, 04/04, a sugestão conciliatória do TRT para as cláusulas sem acordo entre Sindpd e Seprosp na negociação salarial de 2019 no Estado de São Paulo.

Na audiência do dissídio coletivo 2019, o desembargador sugere reajuste de 3,43% em todas as cláusulas econômicas - o que equivale a R$ 18,62 para o auxílio-refeição -, mantém a obrigatoriedade da homologação no Sindpd para os empregados que assim desejarem e da apresentação de proposta de PLR.

Além disso, as empresas que possuem funcionários que prestam serviço fora de suas sedes estão obrigadas a apresentar política de remuneração ou reembolso de viagens a serviço. Durante a negociação, os patrões ofereceram 2,75% de reajuste. Os trabalhadores pediram 5,9%.

Os patrões chegaram a colocar à mesa o tempo de apenas 30 minutos para o horário do almoço, mas terminaram por retirar a proposta da negociação. A pauta proposta pelo Tribunal será encaminhada ao Ministério Público para parecer em 8 dias. Em seguida, será destinada ao desembargador relator do processo para a decisão final. O Convergência Digital reproduz a ata da audiência do TRT. Clique aqui.

*Com informações do Sindpd

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/04/2019
TRT define reajuste de 3,43% no dissídio coletivo dos trabalhadores de TI de São Paulo

25/03/2019
TRT precisa se manifestar sobre dissídio de TI em São Paulo

21/02/2019
TRT ordena a reabertura das negociações salariais de TI em São Paulo

19/02/2019
TRT vai mediar impasse entre patrões e empregados de TI em São Paulo

06/02/2019
Impasse encerra negociação salarial de TI em São Paulo. Trabalhadores vão discutir greve

29/01/2019
Negociação entre patrões e empregados de TI não avança em São Paulo

22/01/2019
Impasse já marca a negociação salarial de TI em SP para 2019

19/12/2018
TRT/São Paulo homologa dissídio coletivo de TI de 2018

12/12/2018
Trabalhadores de TI de São Paulo vão discutir trabalho intermitente com patrões

11/12/2018
No Rio de Janeiro, reajuste dos trabalhadores de TI ficou em 4,16%

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Raio-X do mercado de trabalho nos últimos 10 anos, feito pela Softex, mostra que o salário médio de R$ 6 mil.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site