GESTÃO

Assespro: Governo tem a obrigação de assumir papel de indutor da TICs

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/03/2019 ... Convergência Digital

Veterano de 14 maratonas e da criação de três dezenas de empresas de tecnologia, o empreendedor serial Ítalo Nogueira tomou posse na noite de terça, 19/3, como novo presidente da Assespro Nacional, a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, que reúne mais de 2500 empresas de software e serviços de tecnologia. Na cerimônia realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília, ele cobrou do governo e do Parlamento o reconhecimento do setor de tecnologia da informação como central ao desenvolvimento.

“Me assusta, como líder de uma entidade de tecnologia da informação, que ao longo de todos esses anos ninguém focou a indústria de TICs como indústria. O governo tem que entender seu papel indutor do setor de TI e como o setor de TI é crucial para o país”, disse Nogueira, ladeado por deputados, senadores e representantes do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações.

Ao mesmo tempo, o presidente da Assespro acenou com ações que fortaleçam as responsabilidades das empresas na relação público-privada. “O empreendedor tem a responsabilidade de entregas, inovação, preço justo, ética, transparência e compliance”, lembrou.

A primeira dessas ações foi encaminhada no mesmo dia da posse formal. “Hoje, assinamos com a Controladoria Geral da União um protocolo de intenções para trabalhar junto com o governo nos controles e boas práticas. E pensar junto na melhoria das relações setor produtivo e governo. Nós não somos os vilões”, disse.

A Assespro também criou um comitê de inteligência jurídica, cujo patrono é o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Ayres Britto, e que acompanha, entre outros, assuntos de interesse direto do setor no Judiciário, como o bloqueio de aplicativos de comunicação e de aplicativos de transporte, ou a nova lei de licitações.

Ao indicar “metas e grandes números”, o novo presidente da Assespro destacou a criação de um “fundo de investimento composto em sua maioria por empreendedores de TIC para diminuir mortalidade startups”, e estabelecer, “com governo e sociedade, um grande projeto de capacitação que cuide do capital humano e apoie o empreendedorismo no nosso setor”.


Carreira
Parceria oferece 100 mil vagas gratuitas em cursos de programação

Iniciativa da Digital Innovation One e do Sindicato patronal de TI de São Paulo pretende capacitar mão de obra e identificar talentos em tecnologia. Os interessados podem, por exemplo, aprender Javascript, HTML, Reactjs, banco de dados, Python, Git, blockchain e inteligência artificial.

Empresas de software reagem a novo imposto no Rio de Janeiro

Tributo, oriundo do Fundo Orçamentário Temporário (FOT), passaria a valer a partir de 01 de janeiro, mas liminar, concedida à FIRJAN, adiou a cobrança para março. "Legislação é inconstitucional e vamos reagir", diz o presidente do TI Rio, Benito Paret.

Contrato bilionário de serviços na nuvem do TJSP com Microsoft volta à mesa com decisão do STF

Supremo suspendeu uma resolução do CNJ que obriga aos tribunais a adotarem plataforma desenvolvida pelo próprio Judiciário para tramitação eletrônica de processos.

Ministério da Justiça vai usar OTTs de mensagem para mandar intimações

Não está claro se as intimações irão por WhatsApp e Telegram ou por apenas um OTT. Os interessados têm de concordar em receber a intimação pelo celular.

Governo estuda como transferir dados para Serpro e Dataprev pós-privatização




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G