Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Anatel empurra para abril decisão sobre uso das sobras da TV Digital

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/02/2019 ... Convergência Digital

O grupo de teles, TVs, governo e Anatel que coordena a transição para a TV Digital empurrou para abril a análise do que fazer com os estimados R$ 877 milhões que devem sobrar após a primeira etapa de desligamento dos sinais analógicos de televisão que se encerra neste 2019.

Expressamente, o grupo de implementação da digitalização da TV vai esperar um parecer da Advocacia Geral da União sobre os limites jurídicos do uso do dinheiro. “Estamos aguardando ainda uma definição da consultoria geral da União sobre a divergência entre o que diz a procuradoria da Anatel e a consultoria jurídica do Ministério”, diz o presidente do Gired, Moisés Moreira.

“Ainda há trabalho de mitigação pela frente, então vamos sem pressa. Quanto mais tivermos segurança, melhor. Vamos ouvir a AGU. E vamos ouvir o TCU”, afirma Moreira. As sobras, afinal, só se manifestam como tal com o fim dos trabalhos de distribuição de conversores e antenas e o controle de interferências entre TV e telefonia com o uso da faixa de 700 MHz. Coisa para o segundo semestre.

A divergência entre a procuradoria federal especializada da agência e o jurídico do MCTIC é sobre o que vale no uso das sobras. A PFE sustenta que o dinheiro pode virar mais conversores e antenas, mas também outros projetos aprovados pela Anatel. O ministério diz que a prioridade tem que ser para conversores e antenas e cobertura digital. 

Em termos práticos, o primeiro alicerça a intenção das teles de usar as sobras em banda larga móvel – 4G. O segundo, o projeto dos radiodifusores de transmissores digitais para coisa de 1,6 mil municípios onde as prefeituras é que financiaram os transmissores analógicos. Mas aguardar um suposto desempate pela AGU é só parte da equação.

Primeiro, porque pelas voltas que Brasília dá, o titular da consultoria-geral é o próprio consultor jurídico do MCTIC, Arthur Valerio. O que sugere desde já que não haverá suspense nesse ponto. Mas como mencionado pelo presidente do Gired, a AGU não é a única interessada no assunto. Como tudo está calcado no edital de licitação da faixa de 700 MHz, o Tribunal de Contas da União já quer esclarecimentos.


Carreira
TST começa a julgar disputa entre apps de transportes e motoristas

O ministro relator, Maurício Delgado, afirmou que o Brasil é um dos poucos países do mundo que já têm legislação que se aplica "como uma luva" a casos de "uberização", ao votar favoravelmente ao motorista.

Desigualdade econômica acentua exclusão digital do campo no Brasil

Estudo mostra que na região, 77 milhões de pessoas não tem acesso à internet. No Brasil, que puxa os índices agregados para cima, diferença é gritante entre grandes e pequenas propriedades. Levantamento mostra que 244 milhões de pessoas na AL não têm acesso à Internet.

Em Telecom, estratégia do governo até 2031 ainda corre atrás de inclusão digital

Decreto 10.531/20, com a Estratégia Federal de Desenvolvimento da próxima década lista banda larga no Norte e Nordeste, backhaul de fibra e redução do gap digital. 

Telebras: Justiça confirma legalidade do acordo com a Viasat por satélite

Juízo da 5ª Vara Federal do Distrito Federal concluiu pela legalidade do acordo firmado com a empresa norte-americana e julgou improcedente todos os argumentos da Via Direta e da Rede Tiradentes, de Manaus. Disputa já dura dois anos e meio.

MPF recomenda que instituto cancele compra de MacBooks de R$ 12 mil e use PCs mais baratos

Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte (IFRN) quer 20 notebooks da Apple para o setor administrativo, em custo superior a R$ 250 mil. MPF diz que licitação deve incluir outras marcas. 

Covid-19 aumentou o uso da internet nas classes C, D e E

Segundo a pesquisa TIC Covid-19, do Cetic.br, a pandemia aumentou o uso da rede em todas as classes e faixas etárias. O que já era hábito entre os mais ricos, passou a ser mais comum entre os mais pobres para compras e serviços.

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Varejista com atuação na região norte do País tem planos de expandir sua infraestrutura para mais cidades, mas conta com a frequência não licenciada, diz o gerente de TI, Jesaias Arruda.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G