Home - Convergência Digital

Mais de 2000 postos da Shell passam a aceitar pagamento via app do Mercado Pago

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 31/01/2019

O Mercado Pago, instituição de pagamento do grupo Mercado Livre, e a Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, anunciam novas formas de pagamento por aplicativos no abastecimento em postos de combustíveis selecionados da rede em todo o país. A partir de agora, mais de 15 milhões de consumidores poderão abastecer seus veículos com cartão de crédito e saldo do Mercado Pago, pagando diretamente pelo aplicativo de celular do Mercado Pago, Mercado Livre ou Shell Box.

Dos 6.400 postos da Shell em todo o país, mais de dois mil contam com opção de pagar com o app Shell Box e aceitarão as modalidades de pagamento. Para o consumidor que usar o Shell Box, basta que o cliente adicione o novo meio de pagamento, cartão de crédito ou conecte sua conta do Mercado Pago para usufruir desta facilidade. Nos aplicativos do Mercado Livre ou Mercado Pago, basta clicar no botão “Pagar Combustível”, digitar o código de pagamento da bomba de combustível utilizada e selecionar a forma de pagamento para realizar a transação.

Entre as principais vantagens, destacam-se a melhor experiência na visita do cliente aos postos, descontos que serão ofertados para os consumidores, a segurança do pagamento via conta digital por aplicativo e a facilidade de não precisar esperar a maquininha, sair do carro ou levar a carteira. Os usuários dos apps Mercado Pago e Mercado Livre também poderão acumular pontos automaticamente em cada abastecimento e trocá-los por benefícios exclusivos. Para isso, basta o cliente se cadastrar no Shell Box.

“Investimos continuamente em novas soluções financeiras para democratizar o acesso ao comércio e ao dinheiro. A parceria com a marca Shell traz benefícios concretos para o cliente do Mercado Pago como rapidez nos pagamentos, segurança e economia na hora de abastecer o veículo - despesa que tem muita relevância nas finanças dos brasileiros”, afirma Túlio Oliveira, diretor do Mercado Pago no Brasil.

“Trabalhamos sempre com pesquisas e aprimoramento das nossas ofertas para entender todas as etapas da relação dos consumidores com a marca Shell.Estamos aplicando o dinheiro virtual para o mundo físico, trazendo ainda mais comodidade para os consumidores e postos Shell”, completa Fabricio Cirelli, gerente executivo de Inovação da Raízen.

O Shell Box, mais do que um meio de pagamento via smartphone, facilita a experiência dos clientes e oferece benefícios exclusivos na rede Shell e seus parceiros. Em todos os pagamentos, o usuário acumula pontos, que valem milhas Smiles ou descontos em combustíveis. O resgate destes pontos pode ser feito dentro do próprio app a qualquer momento e não possui valor mínimo ou taxas.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/04/2020
Oi cria carteira digital por WhatsApp para pessoas de baixa renda

02/03/2020
Banco Carrefour libera fatura pelo WhatsApp

20/02/2020
MetrôRio passa a aceitar cartões de débito nos pagamentos por aproximação

09/01/2020
BC contrata Dinamo Networks e faz acontecer o pagamento instantâneo

05/08/2019
Carteiras digitais impulsionam transações NFC no Banco do Brasil

13/05/2019
Itaú dispensa 'maquininha' e lança carteira digital para pagar e receber pelo celular

31/01/2019
Mais de 2000 postos da Shell passam a aceitar pagamento via app do Mercado Pago

31/08/2018
Brasileiros querem usar o WhatsApp para pagar contas

28/08/2018
Celulares e redes sociais turbinam transferências de dinheiro no mundo

26/06/2018
Samsung entra na briga contra PayPal, PagSeguro e Mercado Pago no Brasil

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site