Home - Convergência Digital

Anatel: compartilhamento é obrigatório para as operadoras no 5G

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 28/11/2018

Ao participar da 6ª edição do Global 5G Event, realizada pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) e que acontece de quarta-feira, 28, a sexta-feira, 30/11, no Rio de Janeiro, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Morais, advertiu que o sucesso da estratégia digital do governo está interligado à construção de uma efetiva infraestrutura de telecomunicações. "Não há digital sem conectividade. É a conectividade o pilar das novas ações da era digital", pontuou.

Às prestadoras, o presidente da Anatel afirmou que o 5G exige muito mais compartilhamento do que o existente hoje. "A receita só vai vir se as operadoras compartilharem suas infraestruturas e espectro. O compartilhamento não é mais um desejo, mas uma imposição do mercado", observou. Para Morais, o 5G vai mudar a forma de viver do cidadão e a maneira de fazer negócios. "A segurança cibernética ganha cada vez mais atenção e terá papel relevante com a nova tecnologia", salientou Morais.

Morais informou que mais testes serão realizadas com a tecnologia 5G no primeiro trimestre de 2019 - especialmente para dirimir toda e qualquer dúvida com relação à interferência com as antenas parabólicas para o uso da faixa 3,5 GHz para o 5G, na qual há 100 MHz de espectro disponíveis. "Já há testes de campos finalizados, mas faremos mais para garantir a oferta do serviço aos cidadãos", observou. A Anatel prevê a realização do leilão dessa primeira faixa para o 5G ainda em 2019, ou no máximo no começo de 2020.

Com relação ao novo governo, o presidente da Anatel disse que está colaborando com o repasse de informações solicitadas pela equipe de transição. Afirmou ainda acreditar que a gestão de Jair Bolsonaro dará às telecomunicações um papel relevante para o desenvolvimento econômico do Brasil. "Reitero que verticais relevantes, como o agronegócio, requerem comunicação, conectividade para crescerem. Tenho convicção que telecom estará na agenda [do futuro governo]", completou.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital,  o presidente da Anatel fala sobre o momento do 5G no Brasil. Assistam.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/12/2018
Indústria móvel pressiona por faixas de 26GHz, 40 GHz e 66-71 GHz para o 5G

11/12/2018
Presidente da Anatel adverte sobre o desserviço de desprestigiar a agência

11/12/2018
Anatel recebeu 254,8 mil reclamações em outubro

11/12/2018
Pós-TACs, Anatel acena com multas como ‘obrigação de fazer’

11/12/2018
Preocupação com parabólicas não pode excluir Brasil do 5G

10/12/2018
Metodologia da Anatel obriga teles irem à Justiça contra valores de multas

10/12/2018
Nova Lei do Direito traz segurança jurídica aos TACs da Anatel

10/12/2018
Anatel apreende cerca de R$ 1,2 milhão em operação contra produtos piratas

09/12/2018
"O mundo precisa comprar a ideia do 5G nas áreas remotas"

09/12/2018
Japão terá aplicações reais de 5G nas Olimpíadas de 2020

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site