TELECOM

Anatel ainda avalia impacto em parabólicas para destinar 3,5 GHz para 5G

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/10/2018 ... Convergência Digital

A Anatel adiou a deliberação da proposta de destinar a faixa de 3,5 GHz para aplicações em 5G. O relator desse caso, Otávio Rodrigues, explicou que pediu mais uma semana de prazo para trazer a questão ao Conselho Diretor para avaliar um pouco mais as potencias interferências com as antenas parabólicas.

Ao longo dos últimos 15 anos, a Anatel já tentou quatro vezes licitar a faixa de 3,5 GHz, mas sempre esbarrou no problema da interferência pela proximidade dessa fatia do espectro com a banda C. O risco de prejudicar a recepção dos sinais de televisão para quase um terço dos domicílios do país, que usam antenas parabólicas, na prática impediu que esses planos fossem adiante.

No momento, a Anatel e as operadoras fazem testes exatamente para tentar medir problemas e soluções na destinação dessa fatia do espectro para a telefonia móvel. E paralelamente corre até 5/11 uma tomada de subsídios sobre a destinação desta e da faixa de 2,3 GHz para a quinta geração da tecnologia celular.

No Futurecom 2018, o gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão da Anatel, Agostinho Linhares, falou sobre os testes de campo com o 3,5 GHz para o 5G. Neste momento, acontece um piloto no laboratório do CPqD. Tão logo essa fase se encerre, haverá um teste de campo em uma rede da Claro, no Rio de Janeiro. "Será crucial para que possamos de fato evitar qualquer tipo de interferência na faixa", explicou.

Em defesa da faixa de 3,5GHz para o 5G, há também o posicionamento dos Estados Unidos. Nesta quarta-feira, 24/10, a Federal Communications Commission, o regulador de telecomunicações norte-americano, aprovou a destinação da faixa de 3,5 GHz para o 5G, em decisão que também modificou o prazo das licenças nessa fatia do espectro de três para 10 anos.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

TV Digital: Novo presidente da Anatel se mantém à frente do GIRED

Leonardo Euler, mesmo sugerindo que não gostaria de acumular funções, decidiu ficar à frente do Grupo que coordena a transição para a TV Digital e que libera frequência para a telefonia móvel - ação que tinha sido adotada pelo ex-presidente Juarez Quadros.

Telecom Italia entra em guerra de acionistas com nomeação de novo presidente

Mudanças no comando acirram as diferenças entre a francesa Vivendi e o fundo de investimentos americano Elliott. Crise pode vir a respingar na TIM Brasil, controlada pela operadora italiana.

Copel Telecom tem R$ 300 milhões para expandir oferta de FTTH

Empresa, que já soma 200 mil clientes no varejo, planeja chegar a 25 novas cidades com FTTH no primeiro semestre de 2019, revelou o CEO Adir Hannouche.

Pharol perde três recursos e não consegue anular plano de recuperação da Oi

Por meio da subsidiária brasileira Bratel, a acionista da operadora tentava anular a homologação do plano de recuperação judicial e fazer valer a AGE realizada com acionistas contrários ao acordo.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G