TELECOM

Anatel ainda avalia impacto em parabólicas para destinar 3,5 GHz para 5G

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/10/2018 ... Convergência Digital

A Anatel adiou a deliberação da proposta de destinar a faixa de 3,5 GHz para aplicações em 5G. O relator desse caso, Otávio Rodrigues, explicou que pediu mais uma semana de prazo para trazer a questão ao Conselho Diretor para avaliar um pouco mais as potencias interferências com as antenas parabólicas.

Ao longo dos últimos 15 anos, a Anatel já tentou quatro vezes licitar a faixa de 3,5 GHz, mas sempre esbarrou no problema da interferência pela proximidade dessa fatia do espectro com a banda C. O risco de prejudicar a recepção dos sinais de televisão para quase um terço dos domicílios do país, que usam antenas parabólicas, na prática impediu que esses planos fossem adiante.

No momento, a Anatel e as operadoras fazem testes exatamente para tentar medir problemas e soluções na destinação dessa fatia do espectro para a telefonia móvel. E paralelamente corre até 5/11 uma tomada de subsídios sobre a destinação desta e da faixa de 2,3 GHz para a quinta geração da tecnologia celular.

No Futurecom 2018, o gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão da Anatel, Agostinho Linhares, falou sobre os testes de campo com o 3,5 GHz para o 5G. Neste momento, acontece um piloto no laboratório do CPqD. Tão logo essa fase se encerre, haverá um teste de campo em uma rede da Claro, no Rio de Janeiro. "Será crucial para que possamos de fato evitar qualquer tipo de interferência na faixa", explicou.

Em defesa da faixa de 3,5GHz para o 5G, há também o posicionamento dos Estados Unidos. Nesta quarta-feira, 24/10, a Federal Communications Commission, o regulador de telecomunicações norte-americano, aprovou a destinação da faixa de 3,5 GHz para o 5G, em decisão que também modificou o prazo das licenças nessa fatia do espectro de três para 10 anos.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Anatel propõe liberdade tarifária em chamadas de longa distância

Segundo a agência, consumidores têm amplas opções de serviço, a começar por ligações de voz sobre IP em diferentes aplicativos que usam a internet. Hoje a maior parte das teles oferece voz gratuita para vender o pacote de dados.

Marco de Telecom: CCT do Senado promete rapidez, mas quer ouvir presidente da Anatel

Os senadores da Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado prometem uma votação rápida do novo modelo para o setor de Telecomunicações. Mas uma data para votação só deve ser definida na próxima semana, quando retorna de missão internacional a relatora do PLC 79/16, Daniella Ribeiro (PP-PB).

Anatel abre 90 dias para teles inscreverem suas inovações ao consumidor

Edital do Concurso Prática Inovadora nas Relações de Consumo nos Serviços de Telecomunicações 2019  prevê premiações separadas para pequenas e grandes empresas.

4G da Oi leva Internet e comunicação à estação brasileira da Antártica

Condições na base Comandante Ferraz - com ventos de até 200 Km/h e temperaturas recordes negativas - são inóspitas. Por vídeochamada, o comandante Geraldo Juaçaba e o diretor da Oi, Roberto Blois, falam ao Convergência Digital sobre o impacto dessa nova infraestrutura de telecomunicações na vida da base brasileira.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G