SEGURANÇA

Guerra cibernética: Reino Unido acusa a Rússia de usar hackers para desestabilizar o mundo

Convergência Digital* ... 04/10/2018 ... Convergência Digital

O Reino Unido acusou a inteligência militar da Rússia de comandar uma série de ataques cibernéticos com objetivo de enfraquecer democracias ocidentais ao implantar confusão em diversas áreas, de esportes a transportes e na eleição presidencial dos Estados Unidos de 2016.

Numa avaliação baseada em trabalhos do Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSC), a inteligência militar russa (GRU) foi classificada como agressora cibernética maligna que usa uma rede de hackers para espalhar discórdia pelo mundo.

A GRU, segundo o Reino Unido, está quase certamente por trás dos ataques BadRabbit e à Agência Mundial Antidoping de 2016, do ataque hacker ao Comitê Nacional Democrata (DNC) em 2016 e do roubo de e-mails de uma emissora de TV britânica em 2015.

“As ações da GRU são imprudentes e indiscriminadas: eles tentam enfraquecer e interferir em eleições em outros países”, disse o secretário das Relações Exteriores do Reino Unido, Jeremy Hunt. “Nossa mensagem é clara – junto com nosso aliados, nós iremos expor e responder às tentativas da GRU de enfraquecer a estabilidade internacional”, disse Hunt. O Reino Unido acredita que o governo russo é responsável pelos ataques.

Embora menos conhecido do que a poderosa KGB da União Soviética, o serviço de inteligência militar da Rússia teve funções importantes em alguns dos maiores eventos do último século, da crise de mísseis em Cuba à anexação da Crimeia.

Fonte: Agência Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

TSE convoca profissionais de TI para testar segurança das urnas eletrônicas

Evento ocorrerá no período de 25 a 29 de novembro, na sede do TSE, em Brasília. Inscrições vão, agora, até o dia 22 de setembro.

Governo: LGPD vai reavaliar o uso e o tratamento de dados

Para o coordenador geral do Centro de Tratamento de Incidentes de Redes de Governo, major Democlydes Carvalho, assim como o trânsito se tornou mais civilizado com a regulação, o mesmo vai acontecer com a segurança de dados a partir da vigência da Lei de Dados Pessoais.

LGPD: 'Invistam o máximo possível capacitação", aconselha especialista

Para o diretor de governança do Imperial College de Londres, Okan Kibaroglu, organizações, públicas ou privadas, precisam de um despertar generalizado para a proteção de dados.

Pirataria do Windows e malware são os golpes mais usados no Brasil

Empresa de segurança Kaspersky informa que bloqueia 22 ataques por segundo no País. Dois entre três ataques usam a mesma vulnerabilidade do WannaCry.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G