INTERNET

Brasil chega aos 4 milhões de endereços ‘.br’

Luís Osvaldo Grossmann* ... 01/10/2018 ... Convergência Digital

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, NIC.br, informou que o Brasil atingiu neste 1º de outubro a marca de 4 milhões de domínios ‘.br’ registrados. Desse total, 1 milhão já são de registros no padrão mais seguro conhecido como DNSSEC.

Atualmente são mais de 120 categorias possíveis de registro na internet no Brasil, como aqueles destinadas a pessoas físicas (como blog.br, wiki.br), a profissionais liberais (eng.br, adv.br, etc), a pessoas jurídicas (tv.br, tur.br) e cidades (rio.br, sampa.br) e reservadas para fins específicos (gov.br, jus.br, org.br).

A categoria mais utilizada é a genérica, que reúne registros como ‘art.br’ ou ‘ong.br’, sendo que a mais popular entre essas, de longe, é a categoria ‘com.br’, que soma 3,6 milhões de registros, ou 91% do total. Em seguida é a de pessoas jurídicas, que inclui os ‘gov.br’ e ‘jus.br’, por exemplo, e reúne 2,7% do total de registros ‘.br’.

Atualmente custa R$ 40 por ano para manter um registro ‘.br’, mas o valor cai proporcionalmente com o tempo – por 10 anos custa R$ 364, por exemplo. Os recursos são utilizados na implantação e manutenção de pontos de troca de tráfego pelo país e em pesquisas sobre o uso da internet no Brasil.

“O crescimento do .br destaca a confiança que brasileiros depositam na importância e solidez do trabalho do NIC.br, além da vontade de envergar o .br em seu nome de domínio. Quem registra um domínio .br acarreta benefícios visíveis para todos os usuários de Internet", afirma o diretor presidente do NIC.br, Demi Getschko.

* Com informações do NIC.br


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Convenções partidárias para Eleições 2020 podem ser feitas por videoconferência

TSE decidiu que os partidos têm autonomia para utilizarem as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas para suas convenções.

MP de Brasília abre inquérito para apurar venda de dados pessoais

Empresa na mira do Ministério Público do Distrito Federal e Territorios (MPDFT) é a Procob S.A. De acordo com a denúncia, essa empresa comercializa relatórios contendo informações como endereço, telefones, e-mails e outros.

TJSP começa com grupo Itaú projeto de citação eletrônica de pessoas jurídicas

Segundo oTribunal, informações técnicas para a participação foram enviadas a diversas instituições, mas por enquanto  somente o grupo financeiro respondeu. 

Facebook anuncia exclusão de mais de 50 milhões de postagens falsas

Trabalho de filtragem de conteúdo é  feito por algoritmos de inteligência artificial que identificam conteúdos abusivos com expressões de discurso de ódio, nudez adulta e atividades sexuais, violência e conteúdo explícito, bullying e assédio.

MPF: Expor em redes sociais quem descumpre isolamento é obrigação

Em nota técnica, Procuradoria dos Direitos do Cidadão defende ato de denunciar ou expor pessoas que promovem festas, reuniões ou outras atividades temporariamente proibidas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G