Home - Convergência Digital

FCC, dos EUA, impõe ‘Lei das Antenas’ para acelerar redes 5G

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 27/09/2018

A Federal Communications Commission, a agência reguladora de telecomunicações dos Estados Unidos, aprovou uma regra nacional para reduzir o prazo de licenciamento de estações, especificamente as conhecidas como ‘small cells’, com vistas expressas a acelerar a implantação de infraestrutura para o 5G.

“Alguns governos locais não gostam dessa norma. Eles prefeririam continuar extraindo o máximo de dinheiro possível em taxas do setor privado e forçando as empresas a navegarem um labirinto regulatório para conseguirem implantar infraestrutura sem fio”, disparou o presidente da FCC, Ajit Pai, quando da aprovação do novo regulamento na quarta, 26/9.

As regras adotam prazos máximos de 60 dias para a instalação de small cells quando já existir estrutura anterior, ou de 90 dias no caso de a instalação envolver novas torres. E preveem limites às taxas cobradas, ao determinar que elas devem ser próximas aos custos associados aos trâmites burocráticos – a FCC avisou que vai apresentar o que entende como valores razoáveis.

Segundo a CTIA, a associação empresarial americana que representa as operadoras móveis dos EUA, “a instalação de uma small cell leva apenas uma hora, mas demora mais de um ano para obter a aprovação para fazer a implantação”.

A queixa e as regras lembram muito o que no Brasil foi aprovada em 2015 e batizada de ‘Lei das Antenas’, que prevê um prazo máximo de 60 dias para que os municípios expeçam o licenciamento de infraestrutura. Por aqui, no entanto, foi vetado o artigo que previa a autorização automática caso ultrapassado esse prazo. E como resultado, sem ‘dentes’, a lei surtiu pouco efeito prático. Tanto que há uma mobilização por uma força-tarefa do governo, Anatel e iniciativa privada para convencer às prefeituras a adotarem a legislação.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/06/2019
Ericsson: adoção do 5G será ainda mais rápida do que foi a do 4G

10/06/2019
Tratores autonômos são a realidade do agronegócio com o 5G

07/06/2019
GSMA: Sem os chineses, custo do 5G na Europa vai crescer US$ 62 bilhões

06/06/2019
Bloqueada nos EUA, Huawei anuncia acordo com a Rússia para 5G

06/06/2019
5G será o último 'G', decreta Vodafone

03/06/2019
5G é trunfo da Amazon na sua disputa com a Microsoft

28/05/2019
Números da Coreia do Sul mostram que consumo de dados triplica com 5G

24/05/2019
Qualcomm: Banda milimétrica exigirá que cada operadora tenha de 400 Mhz a 800 Mhz

24/05/2019
Leilão 5G na Alemanha já supera 6 bilhões de euros

24/05/2019
Huawei: Brasil não está atrasado para o 5G

Destaques
Destaques

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site