SEGURANÇA

Golpe no WhatsApp usa Bolsonaro e Lula e rouba dados de mais de 60 mil brasileiros em horas

Convergência Digital* ... 14/09/2018 ... Convergência Digital

Aproveitando o momento de eleições pelo qual o Brasil está passando, cibercriminosos estão agindo oportunamente para conseguir dados pessoais de usuários de smartphones. Por meio de dois links maliciosos que estão circulando pelo WhatsApp, eles estão oferecendo supostas camisas gratuitas de apoio a políticos influentes entre a população, tais como Jair Bolsonaro e Lula. O golpe, identificado pelo dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibersegurança, já foi detectado mais de 61 mil vezes nas últimas horas e segue ganhando escala rapidamente.

Ao clicar em um dos links, o usuário acessa uma página referente a um dos políticos que oferece camisas gratuitas e inclui imagens dos modelos. Logo abaixo, o usuário precisa incluir seu nome completo e endereço, com cidade e estado onde residem, além de escolher o modelo de camisa desejado. Após preencher os campos, o usuário segue para a próxima página em que aparece a seguinte mensagem: "Precisamos nos certificar que você não é um sistema automatizado. Para isto, por favor COMPARTILHE com 10 pessoas/grupos manualmente". Por fim, a pessoa é redirecionada para um site no qual há uma notícia falsa falando sobre a distribuição das camisas com um conteúdo que incentiva as pessoas a participarem.

"A principal característica do cibercriminoso no Brasil é se apropriar do contexto em que a população está vivendo para aplicar golpes e, neste momento, com as eleições se aproximando, este é o chamariz da vez. Em paralelo, eles seguem a estratégia de incentivar as pessoas a compartilhar o link malicioso, conferindo grande força ao golpe para que ele se espalhe rapidamente. Essa combinação de fatores torna o cenário de cibercrime no Brasil cada vez mais complexo e perigoso", adverte Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Microsoft alerta para risco de novo ataque como WannaCry

“A vunerabilidade é ‘wormable’, o que significa que qualquer futuro malware que a explore pode propagar de um computador para outro de forma similar ao que vimos em 2017”, explica o diretor de resposta a incidentes da MS, Simon Pope.

Unisys: Transformação digital amplia papel da cibersegurança

Ao abrir o acesso por multicanais e dar maior transparência aos seus serviços, por conta da jornada digital, governo e empresas reforçam a preocupação com o compliance, observa o vice-presidente de Tecnologia da Unisys na América Latina, Marcel Valverde. Sobre a Lei de Dados Pessoais, o executivo é taxativo: "Vai exigir um grande esforço de adequação".

Dados Pessoais: Empresas abrem mão da análise de risco e erram feio na estratégia

Ataques malware explodem e País ganha destaque global como hospedeiro para ataques botnets, revela o diretor geral da SonicWaal do Brasil, Arley Brogiato.

Segurança da Informação segue muito baixa nos órgãos do Governo

O coordenador geral de contratações de TICs do ministério da Economia, Silvio Lima, admite que é preciso acelerar a capacitação das equipes. "O governo digital vai aumentar exponencialmente a base de dados nas nossas mãos". Consequência da baixa maturidade foi a decisão de não comprar por serviço na área.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G