Home - Convergência Digital

Hackathon busca game de resposta a incidentes

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 14/09/2018

Neste sábado (15), o Hackathon Unisys - Senai reúne cerca de 100 estudantes e profissionais da área de tecnologia em uma maratona de desenvolvimento de soluções de segurança cibernética para a Indústria 4.0. O desafio se estende por 12 horas e o objetivo é apresentar inovações para aprimorar as estratégias de segurança e garantir a eficácia das operações nos sistemas industriais.

Os participantes precisam construir um projeto/protótipo de solução ou ferramenta minimamente funcional, que seja econômica e tecnologicamente viável, dentro dos temas:

Segurança Cibernética em IOT com Microssegmentação De Ambientes
Gerenciamento de Vulnerabilidades de Sistemas Críticos da Indústria 4.0
Monitoramento de Redes Sociais (Social Listening)
Game de Resposta a Incidentes

No Brasil, pesquisa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) mostra que 31% das indústrias brasileiras já sofreram ataques cibernéticos e, apesar de a maioria (92%) dos entrevistados estarem cientes da importância de investir em cibersegurança, apenas 18% disseram que a sua infraestrutura de TI "está adequada" para suportar as tecnologias da Indústria 4.0.

A boa notícia é que já existem ferramentas capazes de prever e frear possíveis ameaças digitais, integrando a cadeia de suprimentos de ponta a ponta. Além disso, há abordagens disponíveis no mercado que garantem a segurança de uma forma mais ágil, escalável e flexível. Uma dessas abordagens é a da microssegmentação, que permite a integração de soluções de segurança e a implementação de projetos de Internet das Coisas com a proteção requerida e adequada.

O evento é uma realização da Unisys, empresa global de tecnologia da informação, em parceria inédita com o Senai-SP, cujo tema é "Segurança Digital na Era da Indústria 4.0". A maratona tem premiações de até R$ 6 mil e o time vencedor, além da premiação em dinheiro, terá a oportunidade de apresentar seu projeto ao board de executivos da Unisys da América Latina.

A programação conta, ainda, com palestra da jornalista e influenciadora digital Rosana Hermann, com representantes da FIESP, e com um estande de experiência 3D da Dassault Systèmes, no qual os participantes podem interagir com um carro em realidade virtual.

Serviço - Hackathon Unisys - Senai: "Segurança Digital na Era da Indústria 4.0"

Data: 15 de setembro, das 8h às 20h

Local: Senai Armando de Arruda Pereira (R. Santo André, 680 - Boa Vista, São Caetano do Sul - SP)

Informações: hackathonindustria40.com

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/05/2019
Projeto "W.A.S.P" foi o vencedor do Hackathon Unisys -Mauá

14/05/2019
Unisys/Mauá prorrogam inscrições para maratona de inovação em São Paulo

08/04/2019
Mesa redonda sobre cibersegurança acontece no dia 10 de abril, em Brasília

29/03/2019
Unisys promove hackathon sobre segurança das cidades digitais

20/03/2019
Unisys abre 90 vagas no Brasil. São 200 na América Latina

04/12/2018
Dados Pessoais: Unisys diz que tempo é curto e adequação exige a presença do CEO

14/09/2018
Hackathon busca game de resposta a incidentes

17/07/2018
Funcionários brasileiros burlam regras de segurança de TI por software e apps

17/07/2018
Brasil está no top 3 dos negócios globais da Unisys

07/12/2017
Unisys se reconstrói e centraliza ações em segurança cibernética

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Raio-X do mercado de trabalho nos últimos 10 anos, feito pela Softex, mostra que o salário médio de R$ 6 mil.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site