Home - Convergência Digital

Uber pode dispensar motorista que não atende políticas da empresa

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 03/09/2018

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Goiás suspendeu tutela que determinava à Uber o recadastramento de motorista que foi desativado de sua plataforma digital. Segundo a decisão, a empresa não é obrigada a manter vínculo com motorista que não atende às políticas da companhia, e determinou que a tutela antecipada fosse suspensa.

Após a decisão em primeiro grau, concedendo a tutela antecipada, sob pena de multa diária de R$ 500 caso não houvesse a reativação do motorista, a Uber recorreu alegando que o motorista omitiu informações ao alegar não saber os motivos que levaram ao seu desligamento da plataforma, aduzindo que este se deu em função de relatos críticos de usuários.

A empresa sustentou, ainda, ser livre para contratar e optar por manter ou não contratos com aqueles interessados em aturarem como motoristas parceiros e que manter um motorista parceiro que infringe as regras de utilização do aplicativo, causando insegurança aos usuários, causará imensuráveis danos à imagem da empresa.

Para o relator do caso, desembargador Itamar de Lima, “além da plausibilidade das alegações formuladas, porquanto de fato não se pode compelir a parte a manter-se vinculada a motorista que, em tese, não atende às políticas da empresa, resta demonstrado o periculum in mora, uma vez que as ações dos motoristas parceiros refletem, inevitavelmente, na imagem da recorrente”.

Afirmou, também, que, de fato, não há risco de irreversibilidade, pois a medida pode ser revista a qualquer tempo e eventuais prejuízos podem ser convertidos em perdas e danos, deferindo o pedido e suspendendo o cumprimento da tutela antecipada.

* Com informações do TJGO

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/11/2018
Pharol perde três recursos e não consegue anular plano de recuperação da Oi

12/11/2018
Empresa cria app para concorrer com Uber e atender periferia de São Paulo

06/11/2018
Ofensas pelo Whatsapp geram dano moral e indenização de R$ 15 mil

26/10/2018
Justiça de Portugal reconhece plano de recuperação judicial da Oi

26/10/2018
MPF quer retirada do ar de jogo em que Bolsonaro espanca direitos humanos

22/10/2018
Via Direta pede bloqueio de contas da Viasat e de diretores da Telebras

04/10/2018
Desenvolvedor móvel pode receber até R$ 13 mil

26/09/2018
Eleições: Nordeste lidera denúncias via app do TSE

26/09/2018
Empresa responde por assédio feito a funcionária pelo celular corporativo

25/09/2018
Justiça manda YouTube remover ofensas a Marielle Franco, mas nega varredura

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

Brasil despenca 12 posições em ranking mundial de proficiência em inglês

País passou ocupar a 53ª posição - estava em 41º - em ranking com 88 países, e que avalia o nível de proficiência no idioma de aproximadamente 1,3 milhão de pessoas. Desempenho da América Latina piorou.

STF derruba TST e reafirma terceirização irrestrita

Plenário da Corte entendeu que é lícita a terceirização tanto para a atividade-meio como para a atividade-fim, mesmo nas operadoras de telecomunicações.

Economia digital exige pressa do Brasil na formação de capital humano

"O Sistema S para as TICs se faz obrigatório para acelerar a capacitação em quantidade, com qualidade”, observa o secretário-geral da Confederação Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação (ConTIC), Cesar Rômulo.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site