Home - Convergência Digital

TRT-SP decide que motorista tem vínculo com Uber

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 27/08/2018

A 15ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho reconheceu a existência de vínculo de empregado entre Uber e um motorista de São Paulo. Para a relatora do caso, argumento da empresa de transporte de que não controla os colaboradores é falacioso.

“É falacioso o argumento utilizado na medida em que há controle da concretização do serviço de transporte prestado pelo motorista, dito parceiro”, firmou a desembargadora Beatriz de Oliveira Lima. Segundo ela, a alegação de que o motorista pode ficar off-line e recusar solicitações não condiz com a necessidade empresarial e com a realidade vivenciada na relação entre empresa e motorista.

“Fosse verdadeira tal afirmação, o próprio empreendimento estaria fadado ao insucesso, pois as empresas correriam o risco evidente de, em relação a determinados locais e horários, não dispor de um único motorista para atender o usuário”, sustentou a relatora, indicando que a Uber oferece incentivo se forem feitas 45 viagens na semana.

“Por fim, a alegação de que as empresas não impõem aos motoristas regras de conduta tampouco restou comprovada. Há confissão das demandadas de que as avaliações dos usuários são decisivas para a manutenção do cadastro do motorista. Aliás, a preposta, ouvida em audiência, admitiu que o demandante foi desligado exatamente por ter avaliação abaixo da média”, completou a desembargadora.

A empresa comunicou que vai recorrer e que já têm decisões favoráveis sobre o mesmo tema. “A Uber vai recorrer da decisão, considerando já existir sólida jurisprudência confirmando o fato de não haver relação de emprego entre a Uber e os motoristas parceiros” disse a empresa em comunicado enviado à Reuters nesta segunda-feira, 27/8.

Segundo a empresa, “no mesmo dia e horário da decisão desfavorável mencionada, não-unânime, a 17ª Turma do Tribunal, de maneira unânime, proferiu acórdão em sentido oposto, negando relação de emprego entre motoristas e a Uber. Em todo o país, já são 123 decisões favoráveis à empresa, 22 delas julgadas em segunda instância.”

* Com informações do Conjur e da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/09/2018
Kotlin: a linguagem de programação que conquistou os apps

03/09/2018
Uber pode dispensar motorista que não atende políticas da empresa

29/08/2018
Oitenta e nove dos 100 apps mais populares do Android ferem a privacidade

27/08/2018
TRT-SP decide que motorista tem vínculo com Uber

17/08/2018
Receita Federal libera o aplicativo e-Processo

09/08/2018
Publicidade em aplicativos gira R$ 12 bilhões por ano no Brasil

06/08/2018
iFood, do Movile, compra parte do rival Pedidos Já

01/08/2018
Anatel lança aplicativo que compara preços de telefonia, TV paga e internet

26/06/2018
Google Play não tem que pagar cliente que teve conta invadida

18/06/2018
Marcio Mattos assume comando da empresa nacional M2M Solutions

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

Empregos em TI dobram em 10 anos e passam de 500 mil no Brasil

O Panorama do Setor de TICs 2018, elaborado pela Assespro Nacional, em parceria com a Assespro Paraná e a Universidade Federal do Paraná avaliou o período de 2006 a 2016. São Paulo lidera com 43% dos empregos, bem à frente dos demais Estados.

Decisão do STF a favor da terceirização não respalda a pejotização

Advogados procurados pelo portal Convergência Digital sustentam que a dispensa de empregados para a contratação como terceirizados pode caracterizar a subordinação e punição à corporação

'Jogo de cintura' não é balela. É sobrevivência

Mas toda flexibilidade exige limite. Um profissional precisa ter uma meta, um plano de carreira bem claro. A inflexibilidade também tem um custo para o profissional que se recusa a ver os novos tempos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site