Home - Convergência Digital

Brasil é o alvo para ataques de phishing móveis na AL

Convergência Digital - 13/08/2018

A América Latina sofreu 746 mil ataques de malware diários durante os últimos 12 meses, afirma a empresa de softwares de segurança Kaspersky Lab. O Brasil aparece com destaque nesse levantamento como alvo preferencial de ataques de phishing. 

Um dos maiores riscos de segurança na América Latina é representado por ameaças móveis. Durante os últimos 12 meses o levantamento registrou um crescimento de 31,3% dos ataques focados em dispositivos móveis, especialmente aparelhos que utilizam a plataforma Android. O preço dos dispositivos Apple na região seriam o principal motivo para uma medida diminuição de 14,9% nos ataques a usuários MacOS.

As ameaças móveis mais difundidas são os Trojans Boogr.gsh que se especializam em cometer crimes por meio de anúncios não solicitados (adware), roubar o plano de dados das vítimas, a energia de suas baterias e obstruir o trabalho normal do dispositivo móvel. Também foram detectados trojans, como o Backdoor.AndroidOS.GinMaster.b, que, por meio de acesso remoto, permite que o invasor se conecte ao dispositivo da vítima e explore seu conteúdo, extraindo informações valiosas ou simplesmente fazendo o que quiser.

Segundo a empresa, houve um crescimento de 60% em ataques cibernéticos na região, na qual a Venezuela registrou um número maior de ataques em proporção à sua população, com um total de 70,4 %, seguido pela Bolívia (63,3%) e pelo Brasil (64,4%). Assim como em 2017, o Brasil continua liderando em termos de hospedagem de sites maliciosos, concentrando 50% dos hosts usados em ataques na região.

Por esse levantamento, a maioria dos ataques ocorre online, ou seja, enquanto o usuário navega, faz download de arquivos ou recebe anexos de e-mail enganosos, e afeta mais usuários domésticos do que empresas. As empresas, porém, são mais propensas a ataques via e-mail (60%) e vetores off-line (43%), como um pen drive contaminado, pirataria de software ou outros meios que não exijam o uso obrigatório da Internet.
 
A empresa aponta, ainda, para o uso de uma família de malware conhecida por Powedon, tanto nos ataques via e-mail, como na web. Esse malware se caracteriza pelo uso do Powershell, que faz parte dos sistemas operacionais Windows e é usado diariamente por administradores de rede para automatizar tarefas. De acordo com a Kaspersky, criminosos cibernéticos estão abusando dessa funcionalidade, usando-a para cometer crimes.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/03/2020
Android 11 tem API de conectividade 5G

30/07/2019
Malware Agent Smith já infectou mais de 75 mil dispositivos no Brasil

10/07/2019
Malware sofisticado avança sobre usuários de bancos brasileiros

13/08/2018
Brasil é o alvo para ataques de phishing móveis na AL

16/05/2018
Ataques de ransomware crescem 116% em smartphones Android

06/09/2017
Ransomware para Android cresce 181% em seis meses

21/08/2017
Google lança sistema Android 8.0 com proteção para apps inseguros

17/04/2017
Google vai abrir Android a outros buscadores na Rússia

03/04/2017
Android supera o Windows e vira sistema operacional mais usado no mundo

15/03/2017
Google lança curso para brasileiro de certificação em Android

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site