Home - Convergência Digital

Anatel fica longe de uma solução para a cobertura rural em 450 MHz

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 07/06/2018

Segue empatado na Anatel o processo em que as operadoras pedem para usar conexões via satélite para a cobertura rural, nos termos do primeiro leilão 4G do país, realizado ainda em 2012. Lá, a ordem era prestar os serviços com redes terrestres na faixa de 450 MHz.

O conselheiro Emmanoel Campelo, a quem caberá desempatar a questão, sustentou que precisa estudar mais o caso para chegar a uma conclusão. “Ainda estou me reunindo com a área técnica para formar convicção, sendo possível apresentar uma quarta posição à mesa. Por isso vou pedir prorrogação por 120 dias, embora não pretendo usar todo esse prazo mas trazer o voto assim que tivermos quórum completo”, disse nesta quinta, 7/6.

O relator Otávio Rodrigues e o presidente da Anatel, Juarez Quadros, entendem que o edital não dá margem ao cumprimento da obrigação com satélite e defendem dar mais dois anos para que as empresas adequem a oferta dos serviços nas áreas rurais conforme previa o leilão de 2012.

Já Leonardo de Morais e Aníbal Diniz concordam com as alegações das empresas de que não há ecossistema efetivo para equipamentos na faixa de 450 MHz e que o satélite seria uma solução natural para conectar regiões mais remotas. A divergência entre ambos se dá especialmente em como tratar o “descumprimento” do edital, mas sempre aceitando a cobertura por satélite.

Outra dúvida ainda a ser sanada pelo Conselho Diretor é o destino da faixa de 450 MHz. Como exigem a implantação da rede terrestre, Rodrigues e Quadros mantém o espectro com as empresas. Por aceitar o satélite, Morais e Diniz querem a devolução da frequência.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2019
Leilão do 5G inclui quatro faixas e será o maior da história da Anatel

22/05/2019
Anatel vai permitir que roteadores WiFi tenham potência maior

21/05/2019
Anatel: Brasil terá espectro suficiente para não ficar com falso 5G

17/05/2019
Preços de dutos e links de internet despencam com novas regras da Anatel

13/05/2019
Anatel anuncia escolhidos para Comitê de Prestadoras de Pequeno Porte

08/05/2019
Anatel mantém pente fino na recuperação judicial da Oi

03/05/2019
Começam a vigorar novos preços públicos para outorgas e uso de frequências

25/04/2019
TV Digital: Com parecer pró-TVs, Anatel acena com recursos para banda larga

25/04/2019
Proposta discute reforço de 90 MHz para banda larga móvel

25/04/2019
Anatel amplia frequência para serviço móvel via satélite

Destaques
Destaques

Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

Muitas instituições financeiras estão com a área de inovação trabalhando para entender como usar a Internet das Coisas em seus serviços, diz o diretor de Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, Gustavo Fosse.

País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

Primeiro trimestre do ano terminou com 136 milhões de acessos LTE ativos, ou praticamente 60% dos celulares em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site