Home - Convergência Digital

4G já representa 47% dos chips de celular no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 05/06/2018

As redes de 4G de telefonia celular já chegam a 4.004 municípios brasileiros, onde moram 94% da população, segundo levantamento divulgado pela  Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) nesta terça, 5/6.

Com 112,4 milhões de acessos, o 4G já representa 47% das linhas móveis em operação no Brasil. Em abril foram ativados 2,1 milhões de novos chips. E nos últimos 12 meses foram 38 milhões de novos acessos, um crescimento de 52%.

Já os acessos em 3G chegam a 5.266 municípios, onde moram 99,2% da população. Desde abril de 2017, 250 novos municípios receberam as redes de 3G. Ao todo, o número de acessos 3G chega a 75 milhões.

Nessa avaliação, Brasil já conta com 206,4 milhões de acessos à internet pela rede móvel. Considerados os acessos fixos e móveis, os dados de abril mostram um total de 236,3 milhões de acessos no país, 29,9 milhões deles em banda larga fixa, segmento que cresceu 9,6% em 12 meses, com 2,6 milhões de novos acessos.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/08/2018
4G em 700 Mhz está liberado em todas as capitais

03/08/2018
Claro avança no 4G para chegar à TIM e à Vivo

01/08/2018
4G já alcança metade dos celulares no Brasil

01/08/2018
Vivo chega com VoLTE em 10 cidades

23/07/2018
Anatel libera uso da faixa de 700 MHz na cidade de São Paulo

04/07/2018
Brasil ativa 72 novos celulares 4G por minuto em maio

04/07/2018
4G estará em dois terços dos acessos da América Latina até 2022

02/07/2018
Pós-pago em alta, alterna disputa entre Claro e TIM pelo segundo lugar

02/07/2018
4G já responde por quase metade do mercado de telefonia móvel

19/06/2018
4G: TIM tem melhor cobertura, Claro a maior velocidade

Destaques
Destaques

4G já alcança metade dos celulares no Brasil

No fim do primeiro semestre de 2018, país contava com 118 milhões de chips de quarta geração.

Banda larga móvel: América Latina cobra até três vezes mais pelo espectro

"Políticas de espectro que aumentam os preços e concentram-se em ganhos de curto prazo são incompatíveis com a economia digital", adverte o diretor da GSMA, Sebastián Cabello.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A IA vai virar a economia de "cabeça para baixo" como um tsunami!

Por: Eduardo Prado *

O impacto só não vai ser mais ser mais rápido nas economias dos países por causa da falta de mão de obra de Inteligência Artificial por conta da carência de especialistas como cientistas de dados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site