Home - Convergência Digital

Licitar 5G em 2019 vai deixar Brasil para trás

Convergência Digital - Carreira
Agência Telebrasil - 28/05/2018

Para a tecnologia 5G desenvolver-se no Brasil, será necessário o envolvimento de diferentes setores da sociedade, aponta Flávio de Oliveira Silva, professor da Universidade Federal de Uberlândia e coordenador do 5G Summit, evento realizado no Painel Telebrasil 2018.

Segundo o especialista, o papel do governo é relevante, uma vez que o Poder Executivo trata da regulação, da normatização e da definição de frequência, mas atua no fomento à formação de recursos humanos e ao estímulo à pesquisa e desenvolvimento.

Para o professor Oliveira Silva, o projeto 5G Brasil é uma articulação importante para que o País tenha um papel de destaque no cenário mundial na evolução da tecnologia. Quanto às faixas de frequências a serem usadas, ele destaca que há um leque amplo que vai compor o 5G, desde as mais baixas, passando pelas médias, como o 3,5 GHz, até as mais altas, acima de 24 GHz.

O coordenador adverte, porém, que a sinalização do governo de licitar a frequência para o 5G apenas no segundo semestre de 2019 pode deixar o Brasil atrasado no cenário mundial de adoção da tecnologia, mas reconhece que há um arcabouço legal que está sendo respeitado. Assistam à entrevista concedida à Agência Telebrasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/11/2018
Brasil precisa mudar para atrair investimentos para o 5G

06/11/2018
Sem espectro, o 5G não vai acontecer, adverte a GSMA

05/11/2018
Conectividade vai dar dinheiro no 5G

01/11/2018
Temor de interferência faz Anatel abrir consulta pública sobre usar 3,5 GHz para 5G

30/10/2018
Austrália alega segurança nacional e bane Huawei da infraestrutura 5G

26/10/2018
Anatel atende teles e estende prazo de discussão sobre faixas 2,3GHz e 3,5GHz

26/10/2018
Brasil precisa leiloar o quanto antes o 5G

26/10/2018
Nokia e Elektro testam smart grid com LTE 4G privada em Atibaia, São Paulo

26/10/2018
Com 5G, qualquer dispositivo móvel é capaz de sofrer ou gerar ataque hacker

25/10/2018
Teles vão ganhar dinheiro com coisas conectadas como provedores de serviços

Destaques
Destaques

Na IoT, o segredo não está na Internet, mas, sim, nas coisas

O setor de Telecom precisa ter a humildade de entender que precisa se adequar às coisas para lidar com verticais como o agronegócio, diz o vice-presidente de estratégias da Ericsson, Vinicius Dalben. A fabricante fez um piloto de IoT com um caminhão da Scania.

GSMA: Governos adiantam licitação para pressionar implantação do 5G

Diretor de estratégia da GSMA, Fabio Moraes, lembra, porém, que as operadoras ainda estão fazendo investimentos no 4G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site