INTERNET

Senado dos EUA aprova ato que mantém regras de neutralidade de rede

Luís Osvaldo Grossmann ... 16/05/2018 ... Convergência Digital

Com até mais votos que o previsto, o Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quarta, 16/5, a revisão da norma da FCC que acaba com as obrigações de neutralidade de rede nas conexões internet. Mas em que pese a conversão de três Republicanos, é pequena a chance do placar favorável se repetir na Câmara. E muito menos de a medida sobreviver a um eventual veto de Donald Trump.

A vitória, porém, é um marco político. Além de todos os Democratas, os votos favoráveis de duas senadoras e um senador Republicano fizeram do placar de 52 a 49 até maior que o esperado. Mas a folga governista entre os Representantes é maior. E o assunto claramente ganhou coloração partidária nos Estados Unidos. O presidente da FCC de Trump, Ajit Pai, repete sem parar que as novas regras derrubam o caráter intervencionista do governo Barack Obama.

O movimento pró-neutralidade se valeu de um dispositivo legal dos Estados Unidos, o Congressional Review Act, que permite ao parlamento modificar decisões administrativas de agências governamentais por maioria simples. Seus defensores torcem para que o tema ganhe força política suficiente para ser aprovado pelos deputados – no que também ajudam os 22 dos estados americanos que foram à Justiça contra a FCC.

Entre os analistas americanos, no entanto, a principal aposta é de que o ato não chegará sequer a ser votado na Câmara de Representantes. Enquanto isso, Ajit Pai marcou para 11 de junho próximo a entrada em vigor das regras aprovadas também em caráter partidário, pela maioria de 3 a 2 entre os comissários da agência de telecom dos EUA.



Revista Abranet 31 . maio-julho 2020
Veja a Revista Abranet nº 31 A pandemia da Covid-19 fez a rotina mudar num piscar de olhos. E coube à internet mostrar a sua força. O aumento significativo do tráfego de dados por conta do teletrabalho e do isolamento social foi uma realidade assustadora. Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Justiça libera You Tube de informar e-mail e IP de usuários que publicam filmes piratas

Decisão foi do Tribunal Superior da Europa, com a argumentação de que é preciso existir um equilíbrio entre proteger dados pessoais e direitos autoriais.

NIC.br abre novas opções de domínios .br

Endereços web "app.br", "seg.br", "geo.br" e "des.br" estão entre as 12 opções disponíveis para registro a partir de 20/7.

Com mais de 50 projetos contra Fake News tramitando na Casa, PL 2630/20 chega à Câmara Federal

Presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, do DEM/RJ, se disse disposto a acelerar a tramitação do PL 2630, aprovado no Senado por 44 a 32 votos.

Audiências públicas sobre privatização de estatais poderão ser pela internet

Governo promete "ampla divulgação" para a discussão dos projetos do Programa de Parcerias de Investimento.

Sem nova lei, Justiça condena deputado a indenizar em R$ 50 mil por fake news

Por vídeo com acusações falsas a ex-presidente do PT em Ubatuba (SP), de 2018, Alexandre Frota (PSDB-SP) terá também que se retratar em suas redes sociais. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G