TELECOM

Anatel corrige saldo e diz que teles devem R$ 3,7 bi em obrigações

Luís Osvaldo Grossmann ... 03/05/2018 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quarta-feira, 3/5, por circuito deliberativo, a resposta ao governo sobre qual o tamanho do saldo a ser utilizado no Plano Geral de Metas de Universalização e onde os recursos devem ser investidos. Segundo a agência, correções elevaram para R$ 3,69 bilhões o que as concessionárias “devem” por conta de reduções nas obrigações contratuais.

Uma proposta inicial, apresentada pelo conselheiro Leonardo de Morais e retomada por Emmanuel Campelo na nova votação, acabou descartada. Ela previa o uso desses recursos em obrigações de backhaul em fibra óptica, redes móveis rurais e dutos, ou mesmo que esperasse uma eventual votação do PLC 79/16, que muda as regras do setor. Mas prevaleceu o entendimento de que tais metas não se adequam confortavelmente nas concessões do STFC.

No lugar, a Anatel está indicando ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que se valha do Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações, em elaboração pela agência, como mapa de onde são necessários novos aportes em redes pelo país. Trata-se de uma análise sobre as redes existentes e consequentemente as lacunas. Seu relator, Aníbal Diniz, promete apresentar a proposta a ser colocada em consulta na próxima reunião do Conselho Diretor.

No voto que acabou acolhido pela maioria, o presidente Juarez Quadros argumenta que “o PERT possui caráter eminentemente estratégico para a agência e busca não somente oferecer um diagnóstico sobre a infraestrutura de telecomunicações no país, como também propor uma relação de projetos capazes de suprir as deficiências identificadas no diagnóstico. Esse planejamento direcionará as ações desta agência nos próximos anos, orientando investimentos no setor de telecomunicações”.


Internet Móvel 3G 4G
5G vai responder por 4,8% do tráfego móvel em 2022

Estudo mostra que nos próximos cinco anos, a banda larga móvel cresceu 3,4 vezes mais rapidamente que a banda larga fixa. O 2G caminha pra a extinção e o 4G será a principal tecnologia no mercado.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Embratel usa Banda KA para expandir banda larga fixa e IoT

Diretor Executivo da Embratel Star One, Gustavo Silbert, explica que o serviço IPSAT terá um ponto concentrador dos dispositivos de IoT para levar comunicação às áreas remotas.

Teles vão ao STF contra lei que obriga atendimento em 15 minutos

Nova ação direta de inconstitucionalidade argumenta competência federal sobre telecom para questionar a lei aprovada em São Paulo que dispõe sobre o tempo de espera nas lojas das operadoras.

EUA vai banir Huawei e sugere cortar parcerias com quem não imitar

Em visita ao leste europeu, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, diz que o uso de equipamentos de telecomunicações chineses “dificultam parcerias”.

Teles questionam no STF leis sobre cobrança e desbloqueio de celular

Em duas ADIs, empresas reclamam que leis do Rio de Janeiro invadiram a competência federal para tratar de telecomunicações.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G