Home - Convergência Digital

Rio vai cobrar 1% das corridas de Uber, Cabify e demais apps

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 27/04/2018

A prefeitura do Rio de Janeiro va cobrar 1% das corridas feitas por aplicativos de transporte a partir de maio. A cobrança já tinha sido anunciada em decreto, mas o percentual foi agora decidido. Ele vai vigorar por pelo menos três meses e poderá ser alterado.

“Esse percentual será cobrado das empresas e corresponde ao direito de uso intensivo sistema viário urbano Rio”, disse a prefeitura, acrescentando que as empresas de aplicativos terão que informar dados ao governo municipal, como número de corridas e distância percorrida.

A cobrança vale para motoristas de aplicativos como Uber, Cabify, 99 e outros, mas não vai incidir sobre o aplicativo criado pela própria prefeitura para os taxistas, o Taxi.rio.

A estimativa é que o Rio arrecade cerca de R$ 40 milhões por ano com a cobrança, a ser destinada à educação do trânsito e manutenção de vias. Em todo o estado do Rio de Janeiro os aplicativos contam com cerca ce 150 mil motoristas cadastrados.

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

04/10/2018
Desenvolvedor móvel pode receber até R$ 13 mil

26/09/2018
Eleições: Nordeste lidera denúncias via app do TSE

05/09/2018
Kotlin: a linguagem de programação que conquistou os apps

03/09/2018
Uber pode dispensar motorista que não atende políticas da empresa

29/08/2018
Oitenta e nove dos 100 apps mais populares do Android ferem a privacidade

27/08/2018
TRT-SP decide que motorista tem vínculo com Uber

17/08/2018
Receita Federal libera o aplicativo e-Processo

09/08/2018
Publicidade em aplicativos gira R$ 12 bilhões por ano no Brasil

06/08/2018
iFood, do Movile, compra parte do rival Pedidos Já

01/08/2018
Anatel lança aplicativo que compara preços de telefonia, TV paga e internet

Destaques
Destaques

FCC, dos EUA, impõe ‘Lei das Antenas’ para acelerar redes 5G

Regra aprovada pelo regulador dos Estados Unidos prevê entre 60 e 90 dias como prazo máximo para licenças de instalação de equipamentos, em especial, para as small cells. Lá também há burocracia e o prazo de espera pode chegar a um ano. No Brasil, a situação não é diferente.

BNDES recebe 54 projetos de IoT e selecionados terão apoio de R$ 30 milhões

São 23 projetos que propõem soluções de Internet das Coisas para cidades, 17 para saúde e 14 para campo. Juntos, envolvem investimentos de R$ 360 milhões. Banco vai selecionar, até outubro, as empresas que vão receber empréstimos não reembolsáveis.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site