SEGURANÇA

Golpe de recarga grátis afeta mais de 20 mil pessoas em menos de 24 horas

Convergência Digital ... 17/04/2018 ... Convergência Digital

O dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime, identificou novo golpe digital que está impactando muitos usuários devido sua disseminação pelo aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp. Em menos de 24 horas, mais de 20 mil pessoas foram impedidas pelo antivírus gratuito dfndr security de terem seus smartphones infectados pela armadilha, que promete ao usuário R$70,00 em créditos para o celular.

Para passar credibilidade e incentivar o compartilhamento da vítima com sua rede de contatos, o link malicioso exibe comentários de falsos usuários que alegam terem recebido o benefício, como: “Nunca mais compro crédito, agora só convidando amigos”; “Consegui de primeira e já fiz várias vezes”, “Obrigado, compartilhei com todos os meus amigos e já ganhei”.

O golpe também alega que, para ser direcionado para finalizar o processo da recarga grátis, é necessário que o compartilhamento da falsa promoção com amigos via WhatsApp seja realizado até que uma suposta barra esteja cheia. 

“Essa prática tem se tornado cada vez mais comum por cybercriminosos, pois permite que o golpe ganhe escala rapidamente, impactando grande número de usuários das mais diversas regiões. Para se ter uma ideia, apenas no mês de abril até aqui, identificamos e bloqueamos mais de 15 golpes diferentes envolvendo compartilhamento via WhatsApp”, esclarece Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime.

 


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Mais de 120 milhões de CPF de brasileiros vazaram de servidor mal configurado

O fato aconteceu em março deste ano e foi detectado pela empresa InfoArmor. O dono do servidor mal configurado não foi identificado. Os vazamentos se multiplicam no País. Só essa semana foram três: TIVIT, Sicredi e SKY.

BT Brasil defende clientes de mais de 125 mil ataques cibernéticos/mês

De acordo com o diretor geral da operadora no Brasil, Alex Inglês, em 12 meses, a companhia ‘defendeu’ cerca de 18 mil ataques DDoS de larga escala, alguns chegando a 650 gibabits. Complexidade tributária afasta investimentos em rede no Brasil, afirma ainda o executivo.

EUA voltam a acusar China de espionagem cibernética

Agência de Segurança Nacional alega que os chineses violam acordo para restringir esse tipo de ‘ataque’ firmado em 2015.

No Brasil, 20% das PMEs quebram após ataque hackers

Levantamento feito com 285 empresas mostra que boa parte pagou resgate para ter dados recuperados após ataque hacker. O pagamento é feito, em média, de 0,3 a 0,4 do valor de um bitcoin (R$ 9,6 mil). Entre as PMEs pesquisadas, seis de cada 10 admitiram ter sido contaminadas por malware.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G