SEGURANÇA

Golpe de recarga grátis afeta mais de 20 mil pessoas em menos de 24 horas

Convergência Digital ... 17/04/2018 ... Convergência Digital

O dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime, identificou novo golpe digital que está impactando muitos usuários devido sua disseminação pelo aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp. Em menos de 24 horas, mais de 20 mil pessoas foram impedidas pelo antivírus gratuito dfndr security de terem seus smartphones infectados pela armadilha, que promete ao usuário R$70,00 em créditos para o celular.

Para passar credibilidade e incentivar o compartilhamento da vítima com sua rede de contatos, o link malicioso exibe comentários de falsos usuários que alegam terem recebido o benefício, como: “Nunca mais compro crédito, agora só convidando amigos”; “Consegui de primeira e já fiz várias vezes”, “Obrigado, compartilhei com todos os meus amigos e já ganhei”.

O golpe também alega que, para ser direcionado para finalizar o processo da recarga grátis, é necessário que o compartilhamento da falsa promoção com amigos via WhatsApp seja realizado até que uma suposta barra esteja cheia. 

“Essa prática tem se tornado cada vez mais comum por cybercriminosos, pois permite que o golpe ganhe escala rapidamente, impactando grande número de usuários das mais diversas regiões. Para se ter uma ideia, apenas no mês de abril até aqui, identificamos e bloqueamos mais de 15 golpes diferentes envolvendo compartilhamento via WhatsApp”, esclarece Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime.

 


Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.

PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Para Idec, ação comprova que Metrô de SP não garante segurança de reconhecimento facial

Segundo entidade, que move processo contra o Metrô, empresa falhou em não realizar estudo para implantar a tecnologia. 

Bancos querem prisão por até 18 anos para cibercriminosos

Instituições financeiras pedem a aprovação urgente do PL 2638, apresentado na Câmara, pelo deputado Marcelo Ramos, PR/AM, que impõe punição rigorosa às fraudes cibernéticas. "A impunidade é um incentivo", diz Adriano Volpini, do Itaú-Unibanco.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G