Home - Convergência Digital

Oi usa sensores de IoT para gestão de evento no Rio de Janeiro

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 06/04/2018

A Oi forneceu solução de Internet das Coisas para o monitoramento de facilities no evento Rio Creative Conference, a Rio2C, evento que acontece até o dia 08 de abril na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, e reúne grandes nomes da tecnologia, inovação e cultura, na qual também é fornecedora da rede de Telecomunicações e TI para o evento.

Foram instalados 22 sensores para monitorar em tempo real alimentação de energia elétrica, temperatura e controle de acesso aos espaços físicos onde estão os equipamentos, integrados à ferramenta de gestão e controle do NOC (Network Operation Center) instalado exclusivamente no evento. De acordo com a Oi, a infraestrutura está projetada para suportar um público estimado pelos organizadores de seis mil pessoas de segunda a sexta-feira, e 20 mil pessoas somente no fim de semana.

A operadora disponibilizou  ainda links de dados totalizando 5 Giga na Cidade das Artes, usados em todas as 80 salas e ambientes do evento, inclusive as sete salas onde houve transmissões ao vivo de palestras e debates. Para oferecer toda a infra de telecom e TI para o Rio2C, a Oi implantou oito quilômetros de rede de fibra ótica, em um trabalho que levou dois meses de planejamento e montagem, envolvendo mais de 200 profissionais de diversas áreas da empresa, e destacou uma equipe de mais de 100 pessoas para a operação dos seus serviços nos seis dias do encontro.

Também foram construídos 10 quilômetros de cabeamento para interligar todos os dispositivos utilizados  pelo público do Rio2C. Além disso, a Oi instalou 110 pontos de wi-fi, usados tanto para o Oi WiFi quanto outras redes dos frequentadores. A Oi também reforçou os sinais 3G e 4G da Cidade das Artes.

A Oi também oferece uma série de painéis e apresentações trazendo à tona assuntos como inovação digital, “smart cities”, política para música e educação através dos games. A empresa leva à Cidade das Artes o OITO (aceleradora de startups da Oi), soluções de TICs voltadas para empresas e projetos do Oi Futuro (instituto de inovação e criatividade da Oi).

Para o público presente, a Oi disponibiliza um espaço de coworking do OITO e ainda apresentará a sua plataforma de cloud, o Oi Smart Cloud 4.0, que permite implementações gerenciadas de nuvens inteligentes e gestão eficaz de aplicações e dados dentro e fora do datacenter das empresas com segurança e agilidade. A solução será utilizada para a hospedagem de aplicativos durante pitching de startups e também para suportar protótipos que sejam criados durante o hackaton com a temática “Smart Cities”.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/12/2018
Oi prorroga prazo para aumento de capital

07/12/2018
Anatel aprova troca no Conselho de Administração da Oi

05/12/2018
Oi assina com a Nokia contrato de cinco anos por FTTH e 5G

03/12/2018
Oi prevê investir R$ 7 bilhões até 2021

29/11/2018
Oi seleciona startups para programa de aceleração do Oito

29/11/2018
Amazon prepara rede privada de LTE na nuvem na faixa de 3,5 GHz

29/11/2018
Parque Tecnológico Itaipu adota plataforma dojot para Internet das Coisas

23/11/2018
IoT se transforma em aplicação crítica para o negócio da Engemix

22/11/2018
Oi quer avançar no pós-pago com Netflix e YouTube ilimitados

19/11/2018
Inteligência artificial, 5G e novos chips vão turbinar internet das coisas

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site