TELECOM

Preterida pelas teles, faixa de 450 MHz está na mira do setor elétrico

Luís Osvaldo Grossmann ... 29/03/2018 ... Convergência Digital

Empresas do setor elétrico estão de olho na faixa de 450 MHz, usada a contragosto pelas operadoras móveis, e discutem com a Anatel como costurar a destinação dessa e outras fatias do espectro em caráter primário para as ‘utilities’.

“Fizemos uma pesquisa com as empresas e com fornecedores, para saber quais as aplicações elas utilizam e em quais frequências. É grande o interesse nos 450 MHz e outras faixas, com 2,5 GHz e 3,4 GHz”, explica o vice-presidente da UTC AL, Ronaldo Santarem, em entrevista ao portal Convergência Digital.

A entidade (Utilities Telecom & Technology Council América Latina) reúne grandes grupos e geração, transmissão e distribuição de energia no país. O segmento usa várias faixas, mas admite que isso gera um uso menos eficiente do espectro. Daí o interesse em concentrar nas faixas mencionadas.

O destino da faixa de 450 MHz está em debate no Conselho Diretor da Anatel. A faixa foi vendida para as operadoras móveis em 2014, mas elas alegam dificuldades, especialmente falta de equipamentos, para usar a frequência como pretendiam, para atendimentos nas áreas rurais. Hoje, preferem usar satélite. As elétricas, por outro lado, dizem ter encontrado meia dúzia de fornecedores.

A ideia, assim, é conquistar nacos nesses espectro. Em 450 MHz, fatias de 2+2 MHz ajudariam a compor o quadro (as teles têm 7+7 MHz). “As utilities imaginam que com 10 MHz operam muito bem suas redes num horizonte razoável de 10 a 15 anos. O relatório dos fornecedores mostrou que eles têm equipamentos em todas essas faixas, inclusive nos 450 MHz”.

O relatório conta que foram procuradas 24 empresas e seis responderam favoravelmente: “100% das empresas participantes possuem soluções para automação de rede de distribuição e 80% responderam que possuem soluções para SCADA, voz e dados operativos, medição remota e videomonitoramento”.

Para a Anatel, o tema é importante porque são empresas de infraestrutura crítica. A agência já recebeu os relatórios em dezembro e na próxima semana, durante o UTC Summit AL 2018, no Rio de Janeiro, volta a sentar com as elétricas para discutir possíveis caminhos para os pleitos de frequências em caráter primário para o setor.


Internet Móvel 3G 4G
Vivo passa a vender programação de TV paga no celular

Operadora quer ser entendida como uma plataforma de conteúdo e adiciona novos serviços para serem adquiridos pelos assinantes, entre els, Telecine Play e Fox Sports, com jogos da Libertadores, por exemplo.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Oi convoca assembleia geral de acionistas para 30 de abril

Por meio de comunicado ao mercado, operadora marca assembleia de acionistas depois do aumento de capital e do acordo firmado com a Pharol, acionista portuguesa que resistia à execução do plano de recuperação.

Telefonia fixa perdeu quase 2 milhões de linhas ativas em 2018

As concessionárias foram as que mais tiveram pedidos de desligamento - 1,682 milhão de linhas no período de novembro de 2017 a novembro de 2018. Claro lidera o mercado de linhas fixas. Oi detém mais da metade das linhas das concessionárias. Claro aparece entre as autorizadas.

Anatel amplia o cerco aos celulares piratas

Mensagens de alerta sobre o bloqueio de celulares considerados irregulares estão sendo enviadas para os estados da região Nordeste, dois estados da Região Sudeste ( Minas Gerais e São Paulo) e alguns trechos das Região Norte. No portal da Anatel é possível saber se o seu celular é ou não irregular.

Vicente Aquino é empossado como conselheiro da Anatel

Com a presença do presidente da agência, Leonardo de Morais, e do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, o advogado - indicado pelo presidente do Senado, Eunício de Oliveira - foi empossado. Mandato vai até novembro de 2020. Foi a posse mais rápida já feita na Anatel - entre indicação e posse foram menos de 15 dias.




  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G