SEGURANÇA

PF desarticula quadrilha que roubou dinheiro na Internet e lavava em bitcoins

Convergência Digital ... 21/03/2018 ... Convergência Digital

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira, 21/03, operação de combate a um grupo criminoso especializado em fraudes bancárias pela internet e lavagem de dinheiro por meio de bitcoins, que causou prejuízo de cerca de 10 milhões de reais em nove meses, informou a PF em comunicado.

A operação Código Reverso cumpre 43 mandados, sendo sete de prisão preventiva, um de prisão temporária, 11 de intimação e 24 de busca e apreensão nos Estados de Tocantins, São Paulo, Goiás e Pernambuco. A investigação revelou que o grupo utilizava programas maliciosos para acessar remotamente os computadores das vítimas, burlando os sistemas de segurança dos bancos, e realizar diversas transações bancárias eletrônicas como pagamentos e compras pela internet.

“Os membros dessa organização apresentam alto padrão de vida e se utilizam, inclusive, de diversas empresas de fachada para movimentar e ocultar os valores obtidos por meio das atividades criminosas, investindo grande parte das vantagens ilícitas em moedas virtuais como a bitcoin, realizando lavagem de dinheiro”, disse a PF em comunicado.

A investigação, realizada em conjunto com equipes de prevenção a fraudes dos bancos Caixa Econômica Federal , Bradesco , Itaú Unibanco e Banco do Brasil, também identificou empresários que utilizavam o serviço do grupo para “pagar contas e realizar compras, através de pagamentos feitos pelos criminosos em prejuízo à milhares de contas bancárias”. O grupo criminoso era constituído por hackers com conexões internacionais, inclusive criminosos cibernéticos do leste europeu, disse a PF.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
No combate aos crimes, a fusão do ciber e do real

A integração Cibernética (virtual) e Física é essencial para vincular atividades criminais aos suspeitos reais no mundo físico (real). A Tecnologia é meio dessa união.

Guerra cibernética: Reino Unido acusa a Rússia de usar hackers para desestabilizar o mundo

Tendo como base trabalhos do Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSC), o Reino Unido acusa a Rússia e a sua inteligência militar de estarem por trás dos ataques BadRabbit e à Agência Mundial Antidoping de 2016.

Facebook vive pesadelo e admite violação que afetou 50 milhões de contas

2018 não está sendo nada fácil para a rede social. Nesta sexta-feira, o Facebook admitiu uma violação de segurança que afetou cerca de 50 milhões de contas de usuários. Hoje a rede social conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos por mês.

Com uso de robôs, fraudes pelo celular crescem 24% no primeiro semestre

Foram pelo menos 361 milhões de ataques entre janeiro e junho, 150 milhões deles contra dispositivos móveis. Uso de bots cresceu 60%.

Governos pressionam por uso de backdoors para quebrar criptografia

Denúncia está em relatório preparado para o Conselho de Direitos Humanos da ONU. O levantamento sustenta que muitos governos negligenciam o dever de proteger a criptografia online e há pressão para que se abra às autoridades policiais acesso a mensagens criptografadas ou dispositivos protegidos.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G