Home - Convergência Digital

5G é argumento para Trump vetar compra da Qualcomm pela Broadcom

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 13/03/2018

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump baixou uma ordem executiva que proíbe a compra da Qualcomm pela Broadcom. O documento sustenta risco à segurança nacional dos EUA com a transferência da desenvolvedora de chips em um movimento visto para manter a liderança americana em tecnologia móvel, especialmente com o advento do 5G. 

“A proposta de tomada de controle da Qualcomm pela compradora (Bradcom) está proibida e qualquer equivalente fusão, aquisição ou controle, direto ou indireto, está também proibida”, diz a ordem presidencial, que cita “evidências” de que a Broadcom ao comprar a empresa americana “pode tomar atitudes que ameacem ou prejudiquem a segurança nacional dos Estados Unidos”. 

Segundo a agência Reuters, fonte junto ao comitê americano de investimento estrangeiro (CFIUS na sigla em inglês) revelou o temor de militares dos EUA de que em 10 anos “haverá essencialmente uma empresa dominante nessas tecnologias, essencialmente a Huawei e as operadoras americanas não terão outra opção a não ser adquirir equipamentos da fabricante chinesa”. 

“Uma mudança para o domínio chinês no 5G teria substanciais consequências negativas para a segurança nacional dos EUA. Os Estados Unidos são dominantes da definição de padrões, mas a China poderia competir fortemente para preencher a lacuna deixada pela Qualcomm como resultado dessa tomada hostil”, diz um documento da CFIUS encaminhado à Casa Branca. 

A Qualcomm é um ator relevante no desenvolvimento de chipsets para o 5G, com estimados 15% das patentes globais, acima dos 11% da Nokia e 10% das empresas chinesas combinadas. A leitura nos EUA é de que a Qualcomm é uma rival estratégica para a chinesa Huawei. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

29/10/2018
Qualcomm quer US$ 7 bilhões da Apple em royalties atrasados

25/09/2018
Qualcomm acusa Apple de roubar segredos para a Intel

21/09/2018
Novos iPhones já dispensam componentes da Qualcomm

19/09/2018
BRPhotonics: sem dinheiro, morreu o sonho de fazer chip no Brasil

19/09/2018
Fabricante denuncia falta de transparência na venda dos ativos de joint-venture do CPqD

25/06/2018
SMART investe R$ 700 milhões para aumentar fabricação local de componentes

13/03/2018
5G é argumento para Trump vetar compra da Qualcomm pela Broadcom

12/03/2018
Broadcom vai se mudar para os EUA para comprar a Qualcomm. Intel entra na disputa

09/03/2018
Qualcomm troca presidente do conselho e tenta evitar venda para Broadcomm

22/02/2018
BRPhotonics fecha as portas e desmorona sonho nacional de indústria de componentes

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site