TELECOM

Ainda indefinido, TAC da Telefônica perde R$ 370 milhões em multas

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/03/2018 ... Convergência Digital

O acordo para troca de multas por investimentos negociado entre Telefônica e Anatel ganhou um novo percalço nesta quinta, 8/3, com o julgamento pelo Conselho Diretor da agência sobre uma série de processos que estavam incluídos no Termo de Ajustamento de Conduta, mas terão que sair. Dos R$ 3 bilhões em multas do TAC, em valores não corrigidos, cerca de R$ 370 milhões deixarão o acordo. E outros R$ 30 milhões devem seguir o mesmo destino.

Trata-se de multas aplicadas a partir de uma série de processos administrativos por descumprimento de obrigações que estavam muito próximos de prescrever e, por isso, foram pautados para a reunião desta quinta do Conselho Diretor. E como prevê logo o artigo 1o do regulamento de TACs, os acordos para troca de multas por investimentos “contemplarão processos nos quais não tenha sido proferida decisão transitada em julgado na esfera administrativa”.

“Uma vez que chegou na segunda instância, esses valores têm que sair do TAC. Mas ainda existem outros R$ 30 milhões que estão nas mãos dos conselheiros e poderão ser trazidos na próxima reunião. O problema maior é o risco da prescrição, que seria no mês de abril próximo. Portanto é para evitar que prescrevam”, explicou o presidente da Anatel, Juarez Quadros. 

É uma encrenca adicional ao TAC da Telefônica, que sofre críticas das concorrentes diretas, de pequenos provedores e do Tribunal de Contas da União, o que impediu até aqui que o acordo tenha sido definitivamente firmado. Além disso, a Anatel já decidiu que não vai mexer na metodologia revista do TAC. Isso implica que a cobertura de fibra óptica em 105 cidades selecionadas terá que ser maior do que inicialmente prevista. Por si esse ponto já coloca em dúvida se a Telefônica vai querer seguir adiante com o acordo.

Empresa e agência ainda terão mais uma rodada de entendimentos para uma decisão final. Além das multas, o TAC prevê compromissos adicionais que elevam o montante total de investimentos a serem feitos pela operadora, ao longo de quatro anos, para R$ 5,5 bilhões. 


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Celulares terão que indicar taxa de radiação emitida

Ao revisar o regulamento que trata da exposição eletromagnética, Anatel prevê 120 dias para que os equipamentos vendidos tragam a informação nas caixas ou manuais.

Bloqueio de celular pirata será estendido a mais 10 estados

A partir de domingo, 23/9, quem tiver aparelho sem IMEI válido vai começar a receber mensagens de que o celular será bloqueado a partir de dezembro. Ativo em Goiás e no Distrito Federal desde fevereiro, sistema bloqueou cerca de 41 mil aparelhos.

TV paga: pirataria tem mais 'assinantes' que a Netflix no Brasil

Consultoria Business Bureau diz que a OTT possui 18% do mercado de assinatura de streaming de vídeo. A Globo Play fica na segunda posição, mas com apenas 4%. Pirataria no Brasil fica bem acima da média da América Latina.

Justiça mantém Pharol e Nelson Tanure fora da Oi até aporte de capital

Juiz Fernando Viana, da 7ªVara Empresarial do Rio de Janeiro, manteve a suspensão dos direitos políticos dos conselheiros e diretores da Oi ligados aos grupos.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G