INCLUSÃO DIGITAL

TV Digital: São Luís surpreende e bate recorde de preparação para desligamento

Luís Osvaldo Grossmann* ... 26/02/2018 ... Convergência Digital

Em que pese estarem no estado com a menor renda per capita do país, os dez municípios do Maranhão que terão sinais analógicos de televisão desligados em 28 de março próximo já bateram recorde como o aglomerado de maior preparação: a expectativa é de que na data do ‘apagão’ o índice seja superior a 95% de lares aptos a receber somente os sinais digitais. 

O resultado surpreendeu a coordenação da transição para a TV Digital, especialmente por se tratar do estado com a menor renda per capita do Brasil. “São Luís já superou Salvador e Recife como a cidade mais preparada e vamos chegar no dia do desligamento pelo menos com 95% dos domicílios prontos”, afirma o presidente da Anatel, e do grupo de implementação da digitalização, Juarez Quadros. “Mas é uma das menores proporções de TV por assinatura, além de ter uma grande proporção de lares que tinham televisão de tela plana”, completa, indicando as pistas para o desempenho maranhense. 

Nesta segunda, 26/2, Quadros entregou o kit de antena e conversor de número 184 mil, dos 290 a serem distribuídos aos beneficiários de programas sociais do governo federal que vivem em São Luís e proximidades. A ação tem se repetido em todas as praças há medida em que avança o cronograma, como forma de divulgar o ‘apagão’ analógico. 

A diarista Marlene Mendonça vai usar o kit que recebeu nesta segunda para manter em funcionamento o televisor de tubo que tem em casa. Mas como a validar a pesquisa do Ibope, ela revela que já investiu R$ 90 em uma antena. “Eu já fiz uma primeira instalação porque já tinha uma televisão de tela plana”, conta. 

*Luis Osvaldo Grossmann viajou a São Luis a convite da Seja Digital


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Parceira da Telebras amplia WiFi via satélite no México para áreas urbanas

Dois anos depois de começar a explorar banda larga satelital em áreas remotas do país, como promete fazer no Brasil, a empresa americana Viasat anuncia conexões de 100 Mbps e preços para competir com internet fixa.

CPFL: É preciso predisposição para se ter um consenso no uso dos postes

"Não é fácil, mas é preciso existir um alinhamento. Estão todos do mesmo lado", diz o diretor da CPFL, André Luiz Gomes.

Swap de fibras é mandatório para levar banda larga em regiões desassistidas

Compartilhamento de infraestrutura é essencial para reduzir custos e definir modelos de negócios nas cidades onde as teles não investiram, observa o CEO da UmTelecom, Rui Gomes.

Brasil precisa quebrar barreiras para ter um governo único digital

"O cidadão é o mesmo no município, no Estado e no governo federal. Tem de existir um atendimento único. Não pode ter briga com as Prods. Esse é o nosso desafio", afirma o diretor de Operações do Serpro, Iran Porto.

Telebras considera preços defendidos pelo TCU como 'sugestão', não como 'obrigação'

Presidente da estatal, Jarbas Valente, espera concluir negociações com a Viasat antes do prazo de 90 dias determinado pelo Tribunal.

TCU libera GESAC, mas exige mudanças no contrato entre Telebras e Viasat

Tribunal de Contas reconheceu como válida a inexigibilidade de licitação pela Telebras. Também entendeu como legal o acordo firmado com a Viasat, mas exigiu uma renegociação de condições financeiras mais favoráveis.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G