Home - Convergência Digital

5G exige simplificação regulatória e políticas pró-Inovação

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 26/02/2018

Um estudo divulgado pela GSMA, no Mobile World Congress, que acontece esta semana em Barcelona, revela que as conexões Internet das Coisas vão triplicar até 2025 impulsionada pelo 5G. O relatório mostra que entre 2017 e 2025, as conexões IoT vão proliferar muito em função do uso para casas inteligentes, edifícios e empresas. Expectativa é que as conexões cheguem a casa de 25 bilhões nos próximos oito anos.

A migração para as redes 4G e 5G também aumentará significativamente nos próximos anos, com o 4G representando 53% das conexões globais até 2025, ante 29% em 2017. O novo  relatório da Economia móvel da GSMA acrescenta ainda que as redes 5G vão representar mais 14%, após o lançamento das primeiras redes 5G comerciais ainda este ano.

"Estamos no início de uma nova era no celular com o lançamento iminente das primeiras redes 5G e da Internet das Coisas (IOT) preparadas para transformar ainda mais a maneira como vivemos e trabalhamos", disse Mats Granryd, diretor-geral da GSMA ."À medida que a indústria móvel se move para a era 5G, aumenta a necessidade de políticas pró-investimento, pró-inovação e de regimes regulatórios modernizados", acrescentou.

Mats Granryd vai além. Segundo ele,a regulamentação simplificada e os novos desenvolvimentos políticos em três áreas principais - espectro, infra-estrutura e economia - são fundamentais par que se possa alcançar todo o potencial do 5G para os consumidores, a sociedade e a indústria.

*Com informações do Official Mobile World Congress

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/03/2019
Oi testa 5G na faixa de 3,5GHz em Búzios, no Rio de Janeiro

21/03/2019
Anatel incluiu a faixa de 26GHz no leilão do 5G

07/03/2019
5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

07/03/2019
Preço alto e falta de celulares levam Coreia a adiar lançamento do 5G

01/03/2019
Korea Telecom: 5G reconstrói os negócios com o mercado B2B

01/03/2019
Mais que frequência, 5G exige muita fibra e muita nuvem

27/02/2019
5G em faixa milimétrica trará pelo menos R$ 37 bilhões ao Brasil até 2024

27/02/2019
Anatel agenda leilão do 5G para março de 2020

26/02/2019
Inglaterra testa transmissão de rádio ao vivo por 5G

20/02/2019
TIM quer leilão 5G o quanto antes e rede legada única para o 2G

Destaques
Destaques

Para Ericsson, 5G vai fazer acontecer, de verdade, a indústria 4.0

Presidente da fabricante para a América do Sul, Eduardo Ricotta, diz que uma operadora com 50 Mhz a 80 Mhz terá espectro para oferecer bons serviços, especialmente, o da banda larga fixa móvel. "Há cidades no Brasil, com menos de 100 mil habitantes, com conexões de 2 Mbits. O 5G vai chegar oferecendo bem mais", observa.

5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

O ecossistema 5G está em ebulição e demandará muita mão de obra, afirma o diretor da Huawei, Carlos Roseiro. Segundo ele, vão surgir aplicações, muitas ainda inimagináveis, nos próximos seis anos. "O 5G começa hoje. A frequência virá para dar mais capacidade", observa o especialista.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site