Home - Convergência Digital

Mais de 12% de usuários brasileiros são infectados por pornografia no celular

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 01/02/2018

Os especialistas da Kaspersky Lab examinaram como os criminosos virtuais estão usando conteúdo para adultos em suas atividades e constaram que mais de 12% dos usuários no Brasil infectados por malware móvel em 2017 sofreram ataques relacionados a questões pornográficas que utilizaram conteúdo adulto para incentivá-los a instalar em seus dispositivos.

Segundo os pesquisadores, os temas de pornografia são mais usados no cenário de ameaças em dispositivos móveis. No estudo, os especialistas identificaram 23 famílias de malware que usam conteúdo pornográfico para ocultar sua verdadeira funcionalidade.

A pesquisa mostrou que, ao baixar um aplicativo de pornografia desconhecido, os usuários têm grande risco de serem infectados pelos chamados clickers. Depois da infecção, esse malware começa a clicar em links de anúncios ou tenta inscrever o usuário em uma assinatura WAP, que consome o crédito pré-pago do celular.

Os cavalos de Troia direcionados a bancos disfarçados em players de vídeo pornográfico são o segundo tipo mais comum de malware alimentado pela pornografia. Logo depois, estão o malware de desbloqueio do tipo rooting e o ransomware.

Muitas vezes, o ransomware tem o formato de aplicativos legítimos de sites de pornografia conhecidos e, em muitos casos, ele utiliza táticas de scareware – bloqueando a tela do dispositivo e mostrando uma mensagem que informa que foi detectado conteúdo ilegal (normalmente pornografia infantil) no dispositivo e que, por isso, ele foi bloqueado. Para desbloquear o dispositivo, a vítima deve pagar um resgate. Essa mensagem costuma vir com capturas de tela de vídeos reais de pornografia infantil.
 
"Embora não seja possível afirmar que os aplicativos móveis com temas pornográficos sejam tecnicamente muito diferentes dos que não utilizam o sexo em suas atividades, há alguns pormenores nos ataques com aplicativos maliciosos alimentados pela pornografia. A vítima que foi comprometida por um programa malicioso com conteúdo para adultos pensa duas vezes antes de relatar o incidente, pois o simples fato de estar tentando encontrar conteúdo pornográfico é visto negativamente. Portanto, da perspectiva do invasor, essa pessoa é uma vítima muito mais conveniente. Esse é um dos motivos por que vemos tantos ataques envolvendo malware com pornografia. O outro é muito mais simples: as pessoas estão consumindo cada vez mais conteúdo via dispositivos móveis, inclusive conteúdo para adultos", explica Roman Unuchek, especialista em segurança da Kaspersky Lab.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/08/2018
Banco Central libera uso de nuvem fora do Brasil, mas com direito a veto

16/08/2018
Brasil é o país mais atacado por phishing no mundo

15/08/2018
Equipamentos da Huawei e da ZTE são proibidos nos orgãos públicos dos EUA

08/08/2018
Governo lidera e 40% dos sites brasileiros não são seguros

07/08/2018
Apagão de mão de obra exige o uso de robôs na segurança cibernética

27/07/2018
Fraudes cibernéticas se multiplicam no Brasil

27/07/2018
Empresas brasileiras estão despreparadas para enfrentar ataques cibernéticos

26/07/2018
PSafe obtém na justiça o bloqueio de R$ 784 mil na conta da Baidu no Brasil

06/07/2018
Bancos ingleses têm três meses para mostrar planos de segurança cibernética

05/06/2018
No Brasil, 46% dos software usados não são licenciados

Destaques
Destaques

4G já alcança metade dos celulares no Brasil

No fim do primeiro semestre de 2018, país contava com 118 milhões de chips de quarta geração.

Banda larga móvel: América Latina cobra até três vezes mais pelo espectro

"Políticas de espectro que aumentam os preços e concentram-se em ganhos de curto prazo são incompatíveis com a economia digital", adverte o diretor da GSMA, Sebastián Cabello.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A IA vai virar a economia de "cabeça para baixo" como um tsunami!

Por: Eduardo Prado *

O impacto só não vai ser mais ser mais rápido nas economias dos países por causa da falta de mão de obra de Inteligência Artificial por conta da carência de especialistas como cientistas de dados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site