Home - Convergência Digital

Mainframe atrai profissionais com menos de 30 anos no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 31/01/2018

Mesmo que muitas organizações continuem a adotar tecnologias multicloud como parte de suas profundas transformações, o Mainframe continua sendo um relevante e crescente hub do data center para muitas delas ,revela a 12ª Pesquisa Anual de Mainframe, feita pela BMC, com a participação de mais de 1000 executivos e profissionais técnicos.

O levantamento ressalta que as organizações estão comprometidas com o mainframe, pois os respondentes estão modernizando suas operações e tecnologias, têm uma atitude mais positiva em relação à plataforma e estão mudando sua força de trabalho para garantir que tenham a equipe e as habilidades adequadas.

“Os resultados da pesquisa fornecem um bom indicador sobre a futura integridade e viabilidade do Mainframe", afirma Bill Miller, presidente de ZSolutions na BMC. “Fica evidente que o Mainframe é uma plataforma de TI crítica que representa a espinha dorsal dos negócios digitais. À medida que as empresas efetuam mudanças para tornar-se digitais, a BMC ajuda os clientes a enfrentar seus desafios, prioridades e iniciativas de crescimento para liberar o poder e valor do Mainframe", completa.

Noventa e um por cento dos respondentes globais preveem que as cargas de trabalho do Mainframe continuarão a crescer, sendo que no Brasil o número chega a 96%. Esse dado deixa claro que os profissionais consideram o Mainframe como uma plataforma viável a longo prazo. Além disso, 51% dos respondentes globais afirmam que mais da metade de seus dados estão no Mainframe. No Brasil, 43% dos entrevistados afirmam o mesmo.

Embora muitas prioridades tenham permanecido inalteradas desde a pesquisa do ano passado, equipe e habilidades avançaram como uma prioridade-chave à medida que os respondentes modernizam seus ambientes de Mainframe. Este ano, 44% dos entrevistados globais indicaram que equipe e habilidades são desafios-chave por conta de mudanças na força de trabalho e 36% dos respondentes globais indicaram que esta será uma prioridade no próximo ano.

No Brasil, a porcentagem foi de 32%. Para os respondentes brasileiros, as quatro maiores prioridades são: redução de custo/otimização (58%); modernização das aplicações (55%); disponibilidade das aplicações (36%); melhoria da automação/análise operacional (35%). Cinco mitos sobre a plataforma, relativos a operações, atitudes e força de trabalho são expostos na pesquisa deste ano:

As organizações otimizaram completamente seus Mainframes para máxima disponibilidade;

O Mainframe está em modo de manutenção e ninguém o está modernizando;

Executivos estão planejando substituir seus Mainframes por outras tecnologias;

Profissionais de TI mais jovens estão pessimistas em relação a carreiras na área de Mainframe;

Somente pessoas mais velhas trabalham no Mainframe atualmente.

As atitudes em relação ao Mainframe também continuam evoluindo. Contrariando a percepção de que os executivos desejam substituir os Mainframes, muitos reconhecem  como uma plataforma de TI central crítica. Nos resultados deste ano, 47% dos executivos globais indicaram que irão crescer e atrair novas cargas de trabalho.

A pesquisa derruba diversos mitos sobre a força de trabalho do Mainframe, incluindo a percepção de que profissionais de Mainframe são mais velhos e que profissionais de TI mais jovens estão pessimistas em relação ao futuro da área:

Cinquenta e três por cento dos respondentes globais têm menos de 50 anos e muitos deles têm uma visão positiva do Mainframe. No Brasil, os profissionais de Mainframe abaixo de 50 anos chegam a surpreendentes 82%;

Dentre os que possuem menos de 30 anos, a porcentagem global é de apenas 7%, contra 25% no Brasil. Este dado demonstra que a geração Y brasileira está muito entusiasmada com o futuro do Mainframe.

Sessenta e nove por cento dos respondentes globais do grupo de meio de carreira (idades entre 30 e 49 anos com um a dez anos de experiência), observam crescimento nas cargas de trabalho de seus Mainframes e consideram que a plataforma tem uma posição forte de crescimento no setor, de forma geral. Para ler o relatório completo da pesquisa de Mainframe de 2017 da BMC, acesse http://www.bmc.com/Mainframesurvey

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

31/01/2018
Mainframe atrai profissionais com menos de 30 anos no Brasil

07/11/2016
Mainframe morreu? Esquece! Ele ressurge na transformação digital

20/06/2016
Em tempo de crise, COBOL fica mais vivo do que nunca

25/07/2014
No Brasil, maioria das empresas não tem documentação original dos mainframes

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site