Home - Convergência Digital

Corrupção travou negócios das PMEs no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 11/01/2018

Nem o desemprego, nem a recessão ou a alta taxa de juros. O problema que mais atrapalhou os empresários em 2017 foi a corrupção. Pesquisa do Sebrae mostra que 31% dos empreendedores entrevistados apontaram a corrupção como o principal obstáculo enfrentado em 2017, seguido pelo desemprego alto (25%) e pela taxa de juros elevada (17%). Para 52% dos donos de pequenos negócios, o ano que termina foi pior do que 2016.

“É a primeira vez que a pesquisa registra a corrupção como o item mais citado. Isso mostra que falta ao empresário brasileiro confiança na política pública e isso está impactando na gestão do seu negócio. Menos confiante no ambiente político, o empreendedor aponta a corrupção como causa principal para não atingir o desempenho desejado em sua empresa”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Os empresários do segmento industrial foram os que mais sentiram o peso da corrupção (34%). A análise por região mostrou que o problema foi percebido com mais força pelos donos de pequenos negócios do Norte (36%). A percepção de que 2017 foi pior do que 2016 atingiu mais os empresários do Comércio (54%) e da região Nordeste (54%).

Apesar da avaliação negativa deste ano, 65% dos empresários ouvidos pelo Sebrae acreditam que 2018 será melhor para os próprios negócios. O otimismo, porém, não é compartilhado com a perspectiva para a situação do país. Apenas 11% dos donos de pequenos negócios apostam que a economia brasileira vai melhorar no próximo ano. Para 26% dos empreendedores, a crise financeira só será superada em 2021. Mais da metade dos empresários (51%) acredita que o combate à corrupção deve a prioridade do novo governo. A pesquisa do Sebrae foi realizada em outubro, com 5.867 empresários de micro e pequenas empresas.

 

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

23/04/2018
Nota fiscal para MEI: Você sabe como funciona?

25/01/2018
Mesmo sem Refis, MPEs devem parcelar débitos até 31 de janeiro

11/01/2018
Corrupção travou negócios das PMEs no Brasil

13/04/2016
Vivo Empresas amplia serviços para as PMEs

12/04/2016
App da Oi transforma o SAC para os clientes PMEs

22/02/2016
Intuit lança solução 100% na nuvem brasileira

28/01/2016
Aplicativo para combater inadimplência dos empreendedores do MEI

18/01/2016
Governo reajuste MEI e encerra distribuição de boleto

02/12/2015
Oi usa aplicativo e preço agressivo para crescer no mercado PMEs

09/09/2014
Sebrae/RJ lança portal para PMEs

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site