Home - Convergência Digital

Daniel Mirabile deixa o comando da NEC Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 29/11/2017

Daniel Mirabile, que nós últimos três anos esteve à frente do comando da NEC Brasil, deixou a empresa. O comando será assumido, de forma interina, por Masazumi Takata, que ocupa o cargo de CEO regional da NEC para a América Latina.

Em comunicado ao mercado, enviado nesta quarta-feira, 29/11, a NEC Brasil ressalta que todas as estratégias da operação brasileira estão completamente alinhadas às da matriz, no Japão. 

De acordo ainda com o informe, Mirabile deixou a empresa para assumir 'novos desafios em sua carreira'. Com Mirabile, a NEC comprou, em agosto passado, a compra da brasileira Arcon, especializada em serviços de segurança e em cibersegurança, por R$ 60 milhões. No planejamento estratégico, duas verticais tinham prioridade: Varejo 4.0 e eficiência energética.
 


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/01/2018
NEC investe R$ 2 bi em empresa de serviços de TI

29/11/2017
Daniel Mirabile deixa o comando da NEC Brasil

06/10/2017
NEC: virtualização de rede agora é para valer

06/10/2017
Reconhecimento facial invade varejo para combater 5 mil tentativas de fraudes/dia

05/10/2017
Avanço das redes vai ditar ritmo das aplicações de Internet das Coisas

04/10/2017
Transformação digital exige a dor do desapego, diz presidente da NEC

20/10/2016
NEC: uso comercial de reconhecimento facial chega ao Brasil em 2017

19/10/2016
Sem Lei de Informática não sobra indústria de telecom no Brasil

19/10/2016
NEC faz piloto de virtualização com a Vivo e ambiciona mercado de IoT

18/10/2016
IoT terá retorno com nuvem, análise de dados e inteligência artificial

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Área de TI volta a contratar depois de dois anos de retração no Brasil

Pesquisa diz que as empresas estão retomando a contratação de profissionais seniores por conta dos projetos de IoT, Segurança da Informação e Inteligência Artificial.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site