TELECOM

Kassab adverte à Oi: Sem solução de mercado terá intervenção

Luís Osvaldo Grossmann ... 29/11/2017 ... Convergência Digital

Se insistir com os termos da nova proposta de acordo, que ainda violam parâmetros exigidos pela Anatel, a Oi sofrerá novas sanções, a começar por multas de até R$ 50 milhões contra as pessoas físicas dos diretores da operadora. As encrencas da empresa, segundo o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, são “preocupação permanente” do governo e terão solução de mercado ou regulatória. 

“A Oi é uma permanente preocupação do governo. Mas a Anatel tem adotado todas as providências no sentido de preservar o interesse público naquilo que sabemos é uma concessão com problemas. Por isso não existe nenhuma expectativa de caos. Todos sabem que terá uma solução, seja de mercado ou uma intervenção”, afirmou o ministro nesta quarta, 29/11. 

Segundo ele, se ainda não há uma proposta para a parcela da dívida da empresa com a União – que pode chegar a R$ 20 bilhões – é justamente pelo zelo de costurar uma forma de equacionar essa conta dentro da legislação, ainda que a legislação precise ser alterada. “Não basta boa vontade. O governo precisa seguir regras e os créditos públicos merecem tratamento diferenciado.”

O grupo liderado pela Advocacia Geral da União promete alinhar uma proposta ainda antes da assembleia de credores da Oi marcada para 7 de dezembro. Mas com os termos do contrato de apoio ao plano de recuperação ainda prevendo cláusulas que contrariam as cautelares da agência reguladora, a chance de essa reunião só acontecer em fevereiro de 2018 é cada vez maior. 

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, diz que para evitar sucessivas análises sobre mudanças no plano da Oi a agência resolveu alinhar pontos inegociáveis, como ataques ao caixa da operadora e especialmente cláusulas que criem barreiras a intervenção do regulador. “Foi dado um corte genérico de todo e qualquer ato que venha a ser celebrado e apresentado, se estiver com condições ruinosas à situação financeira da empresa, os administradores serão responsabilizados nos termos do regulamento, seja pessoa jurídica ou pessoa física”, afirmou. 

A ideia, no entanto, continua sendo a elaboração de condições mais favoráveis para o parcelamento da parte pública da dívida. Essa solução, que viria por meio de uma nova Medida Provisória, é o que a AGU promete costurar nos próximos dias. “Os créditos públicos têm que obedecer os dispositivos legais vigentes. Se falarmos da Lei do Refis, o parcelamento é em cinco anos com correção da Selic. A Medida Provisória [PRD] em vigor elevou o parcelamento em 20 anos, mas exige pelo menos 20% na primeira parcela. Se a empresa precisa mais do que isso, aí exige um outro ambiente legal que venha a flexibilizar algumas dessas condições. Aí seria uma eventual nova Medida Provisória”, explicou Quadros. 


Em 10 dias, operadoras bloqueiam 1 em cada 344 celulares

Sistema que desabilita aparelhos sem identificação internacional IMEI bloqueou até aqui 37 mil celulares no Distrito Federal e em Goiás, menos de 0,3% do total.

Claro e TIM saem na frente na disputa por R$ 340 milhões em ativos da Cemig Telecom

Empresa promete ter o edital de venda pronto até o final de maio. É uma rara oportunidade para a aquisição de ativos de rede no País.

Operadoras começam a bloquear celulares piratas

Nesta terça-feira, 8/5, os telefones móveis sem IMEI válido habilitados a partir de 22/3 recebem as mensagens de que deixarão de funcionar na quarta-feira, 9/5. Os celulares comprados no exterior, desde que certificados na Anatel, vão continuar funcionando, avisa a agência reguladora.

Anatel volta a negar corte no preço na TV paga por exclusão dos canais Simba

Para agência, saída dos canais da Record, SBT e RedeTV! das grades de empresas de televisão por assinatura não é motivo para intervenção nos valores.

EUA e Brasil lideram fuga de assinantes na TV paga

Estudo com 14 países aponta, no entanto, que em oito deles as empresas estão conseguindo aumentar as receitas apesar da redução na base. O Brasil é um deles.

Telebras nomeia Roberto Pinto Martins para a diretoria

Martins, que já foi da Anatel e dos ministérios de Ciência e Tecnologia e das Comunicações, assume a diretoria técnico operacional.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G