SEGURANÇA

Tokelau, com 1,5 mil habitantes, é o domínio mais usado para golpes

Convergência Digital ... 13/11/2017 ... Convergência Digital

A China, ou melhor, o código .cn, é o registro de país mais utilizado no mundo, com mais de 20 milhões de domínios registrados até setembro de 2017. Só perde para o ‘.com’, endereço mais comum do mundo e que reúne 130 milhões de domínios. Já o segundo país com mais registros é uma pequena ilha na Polinésia, chamada Tokelau. Com 1,5 mil habitantes, o .tk reúne quase 19 milhões de registros.

Há outros países com grande número de endereços. A Alemanha (.de) tem mais de 16 milhões de registros, enquanto o Reino Unido (.uk) ultrapassa os 10 milhões. Mas a pequena Tokelau, que é uma dependência da Nova Zelândia, vem se tornando um sucesso na rede nos últimos anos. E segundo um relatório de junho deste 2017, a popularidade se deve ao uso para disseminação de malware.

No ‘Global Phishing Survey’ o . tk aparece em terceiro entre os domínios mais usados para disseminação de e-mails com malware. Diz o documento que 75% dos registros de domínios maliciosos são encontrados em apenas quatro deles: o famoso ‘.com’ e os domínios para as Ilhas Cocos (.cc), Palau (.pw) e para Tokelau.

A ilha tem só de 10 km quadrados, sem porto ou aeroporto. Os regustros de domínios são administrados por uma empresa holandesa e em grande medida oferecidos gratuitamente. Ainda segundo o mesmo relatório, acabam sendo usados por hackers da China, em sua maioria. 


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Mais de 120 milhões de CPF de brasileiros vazaram de servidor mal configurado

O fato aconteceu em março deste ano e foi detectado pela empresa InfoArmor. O dono do servidor mal configurado não foi identificado. Os vazamentos se multiplicam no País. Só essa semana foram três: TIVIT, Sicredi e SKY.

BT Brasil defende clientes de mais de 125 mil ataques cibernéticos/mês

De acordo com o diretor geral da operadora no Brasil, Alex Inglês, em 12 meses, a companhia ‘defendeu’ cerca de 18 mil ataques DDoS de larga escala, alguns chegando a 650 gibabits. Complexidade tributária afasta investimentos em rede no Brasil, afirma ainda o executivo.

EUA voltam a acusar China de espionagem cibernética

Agência de Segurança Nacional alega que os chineses violam acordo para restringir esse tipo de ‘ataque’ firmado em 2015.

No Brasil, 20% das PMEs quebram após ataque hackers

Levantamento feito com 285 empresas mostra que boa parte pagou resgate para ter dados recuperados após ataque hacker. O pagamento é feito, em média, de 0,3 a 0,4 do valor de um bitcoin (R$ 9,6 mil). Entre as PMEs pesquisadas, seis de cada 10 admitiram ter sido contaminadas por malware.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G