Home - Convergência Digital

Broadcom confirma oferta hostil de US$ 130 bi pela Qualcomm

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 06/11/2017

A fabricante de chips de comunicações Broadcom fez uma oferta hostil para comprar a rial Qualcomm por 70 dólares por ação, ou 103 bilhões de dólares em dinheiro e ações, no que seria a maior aquisição de tecnologia de todos os tempos. A Qualcomm ainda não se pronunciou oficialmente. Um acordo combinaria duas das maiores fabricantes de chips de comunicações de telefonia móvel e elevaria as apostas para a Intel, que vem diversificando seu forte portfólio de computadores para a tecnologia em celulares.

A oferta da Broadcom embute prêmio de 27,6 por cento em relação ao preço de fechamento da Qualcomm na quinta-feira passada, de 54,84 dólares, um dia antes de notícias sobre um potencial acordo de compra das ações da empresa. A Broadcom diz que quer com a aquisição por um ponto final nas disputas entre a Qualcomm e a Apple.

Mas a proposta de aquisição hostil tem, é claro, o potencial financeiro do 5G. Segundo o estudo "The 5G Economy", comissionado pela própria Qualcomm, a quinta geração de redes móveis deverá gerar receitas de até US$ 3,5 trilhões e produzir até US$ 12,3 trilhões em bens e serviços até 2035. A briga com a Apple se arrasta desde que a rival recusou um contrato da fabricante de chips que previa uma porcentagem por cada iPhone vendido para a Qualcomm.

Em resposta, a Qualcomm tentou proibir a venda de iPhones em terrotório chinês até que a Apple aceitasse os termos de licenciamento de processadores, exigência que a Maçã considerou abusiva e injusta. Rumores dão conta ainda que a Apple estaria com planos para abandonar de vez a parceria com a Qualcomm já em 2018, com o intuito de iniciar novas negociações com outras empresas concorrentes, como a Intel e a MediaTek.

*Com agências de notícias

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/01/2018
Brasileiro prevê o fim do 'baldes de dados' e quer pagar por serviço contratado no 5G

13/12/2017
5G vai ampliar uso de redes WiFi

11/12/2017
Latência será vendida como serviço na era do 5G

28/11/2017
5G terá 1 bilhão de assinantes em 2023

24/11/2017
Lançamentos prematuros colocam em risco o uso do 5G

22/11/2017
Serviço corporativo entra na radar das oportunidades no 5G

16/11/2017
Protótipo de modem 5G da Intel faz chamadas de voz em 28 GHz

16/11/2017
4G não licenciado terá standard em 2018

06/11/2017
Broadcom confirma oferta hostil de US$ 130 bi pela Qualcomm

10/10/2017
Ericsson: Não haverá 5G sem uma boa base do 4G

Destaques
Destaques

Teles projetam 100 milhões de 4G até o fim de 2017

Em outubro, a conta é de que já existiam 95 milhões de acessos em 4G, contra 92 milhões de 3G. Expectativa é de que o LTE represente 80% dos acessos em 2018.

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Que ninguém fique sem o sinal de TV digital

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o presidente da Anatel e do GIRED, revela que a liberação do 700 Mhz atrai a atenção de outros países; aumenta a geração de empregos e acelera a inclusão digital com a massificação do 4G.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site