Home - Convergência Digital

Claro Brasil: fabricantes de smartphones precisam tratar o Brasil como país de 1º mundo

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 02/10/2017

Ao anunciar a expansão da rede 4,5G para novas capitais, entre elas, Rio de Janeiro e São Paulo, o presidente da operadora, Paulo César Teixeira, fez uma crítica aos fabricantes de smarpthones por trazerem aparelhos com menor capacidade de recursos e de funcionalidades. Hoje, apenas três aparelhos estão compatíveis para o 4,5G:  Galaxy S8 e S8+, da Samsung; e o Moto Z2 Force, da Motorola.

"O Brasil não é país de segundo mundo. Estamos investindo muito em rede de última geração. Os aparelhos também deveriam estar prontos. Se você vai em outros países, o aparelho é vendido com mais funcionalidade. Não pode custar R$ 4 mil e não ter as facilidades que os outros países", lamentou Teixeira.

Presente ao lançamento do 4,5G, o presidente da Qualcomm, Rafael Steinhauser, disse que o 4,5G é uma tecnologia surgida há cerca de 12 meses e deverá levar mais um tempo para acontecer a massificação dos chipsets. "O 4,5G é um salto quântico e todo o ecossistema precisa se adequar", sustentou o executivo. Ainda fora dos smartphones Premium na região, a Qualcomm deverá ter o chipset Snapdragon em toda a região em 2018.

O presidente da Qualcomm, Rafael Steinhauser, destaca que a atualização do parque de terminais no mercado é necessária com a chegada de novas tecnologias. "Trazer telefones é um desafio da indústria, colocar (os aparelhos) na mão dos usuários. Não é tão evidente, às vezes o mesmo telefone tem muitas variantes, e às vezes colocam em mercados considerados secundários chipsets que não têm todas as características", explica. Steinhauser destacou, entretanto, que a próxima geração de "telefones Premium" usará chipset Snapdragon também na região.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/01/2018
Claro usa ligação ilimitada para incentivar portabilidade numérica no pré-pago

15/12/2017
Claro descarta oferta imediata de VoLTE

14/12/2017
Claro repete que há muitas operadoras no Brasil e resiste à entrada dos chineses na Oi

05/12/2017
Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

04/12/2017
Brasileiros dizem adeus aos feature phones

01/11/2017
Um em cada três smartphones terá Inteligência Artificial nativa

31/10/2017
Smartphones responderam por 59% dos acessos à Internet na América Latina

31/10/2017
Claro abre voz ilimitada no exterior nos planos pós-pagos

10/10/2017
Microsoft mata Windows Phone e fracassa, mais uma vez, em Telecom

04/10/2017
Claro Brasil: telecom tem empresas demais no País e precisa se consolidar

Destaques
Destaques

Teles projetam 100 milhões de 4G até o fim de 2017

Em outubro, a conta é de que já existiam 95 milhões de acessos em 4G, contra 92 milhões de 3G. Expectativa é de que o LTE represente 80% dos acessos em 2018.

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Que ninguém fique sem o sinal de TV digital

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o presidente da Anatel e do GIRED, revela que a liberação do 700 Mhz atrai a atenção de outros países; aumenta a geração de empregos e acelera a inclusão digital com a massificação do 4G.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site