Home - Convergência Digital

Lei trabalhista: terceirização da mão de obra segue como prática ilícita

Da redação - 22/09/2017

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Painel Telebrasil, realizado nesta semana, em Brasília, os advogados Flavio Henrique Unes Pereira e Claudio de Souza Neto, sustentam que a nova legislação do trabalho, que entra em vigor no dia 11 de novembro, deixou a questão da terceirização muito mais clara do que a própria Lei específica, aprovada em março.

Os advogados asseguram: o lícito é a terceirização da atividade e não da mão de obra. "Essa prática segue sendo ilícita e continuará ilícita. Não se pode subtrair os direitos dos trabalhadores", afirma Claudio de Souza Neto. O advogado Flavio Henrique Unes Pereira admite que há dúvidas da Lei Trabalhista que vão ter de ser resolvidas em instâncias superiores, entre elas, a incidência da legislação nos contratos em vigor antes da sua promulgação, em 11 de novembro. "Isso vai chegar ao Supremo Tribunal Federal".

Já Claudio Souza Neto diz que essa discussão mobilizará o direito constitucional e do trabalho. "Não há dúvida que o Judiciário vai se debruçar sobre o tema". Claudio Souza Neto alerta ainda para a insegurança jurídica do fim da contribuição sindical - tanto do ponto de vista patronal como para os trabalhadores. Assistam a entrevista com os advogados Flavio Henrique Unes Pereira e Claudio de Souza Neto.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/10/2020
Truly: LGPD não é um único software que vai resolver tudo

12/08/2020
Consumidor.gov.br se integra às agências reguladoras

02/07/2020
Brasil chega a 100 mil antenas de celular, mas precisa duplicar novas instalações

19/06/2020
Compras públicas são 12% do PIB e tecnologia ocupa fatia cada vez maior

17/06/2020
Contratos com o governo vão virar créditos financeiros antecipados

10/06/2020
Não criar a Autoridade para atrasar a LGPD é fazer o Brasil cair num loop infinito

08/06/2020
Covid-19: Brasil sabe fazer software para 'jogar o jogo' global do digital

28/05/2020
Profissional de IA tem de gostar de fazer a tecnologia acontecer

26/05/2020
IA feita no Brasil salva vidas ao monitorar três milhões de pacientes

30/04/2020
Economia de R$ 38 bilhões em serviços vai atrair estados e municípios para a transformação digital

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site