Home - Convergência Digital

"O momento é de cautela. TI é uma profissão diferenciada", diz presidente do Sindpd/SP

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 12/07/2017

Ao profissional de TI de São Paulo, o recado do presidente do Sindicato dos trabalhadores de São Paulo, Sindpd/SP, Antônio Neto, é o de manter a calma e evitar precipitações. "TI é uma profissão diferenciada. Não entendo a jornada intermitente sendo adotada na categoria e a nova fórmula da terceirização é por prestação de serviços ao invés do body shop, o que vai inibir a pejotização", sustentou o sindicalista, em entrevista ao portal Convergência Digital.

Cauteloso -  apesar de achar a Reforma Trabalhista um desmonte dos direitos adquiridos pelos trabalhadores - Neto diz que é preciso, agora, aguardar a sanção da legislação para saber se o acordo firmado entre o presidente Michel Temer e o Senado federal será mantido e itens como a própria jornada intermitente ser mais clarificada. "Entendo a jornada intermitente mais para eventos, bares, restaurantes. Não vejo para a TI que é altamente especializada", reitera.

Com relação aos próximos passos, o presidente do Sindpd/SP diz que será necessário sentar à mesa com o sindicato patronal - SEPROSP - para fazer vale a Convenção Coletiva. "Temos que aproveitar os próximos 120 dias para especificar mais a questão do teletrabalho, mas já há cláusula na Convenção Coletiva sobre o teletrabalho. E temos também que levar em conta que o acordado vai valer sobre o legislado. Temos que construir algo melhor", completou Antonio Neto.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/08/2017
Jornada 12/36 horas trará prejuízo ao trabalhador

17/08/2017
Governo vai editar MP para resolver pendência tributária da reoneração da folha

16/08/2017
MP que revogou a reoneração da folha traz insegurança jurídica às empresas

16/08/2017
Governo Temer não abre mão da reoneração da folha para conter déficit público

14/08/2017
Manobra do governo Temer faz setor de TI retomar força-tarefa

11/08/2017
Max Martinhão: Consulta não foi feita para enfraquecer o CGI.br

09/08/2017
Sem MP 774, governo já fala em projeto de lei para reoneração da folha

09/08/2017
Integrantes do CGI.br reclamam de falta de diálogo e reagem à ação do governo

08/08/2017
Governo abre consulta para mudar estrutura do Comitê Gestor da Internet

04/08/2017
Lei da Terceirização não vale para contratos encerrados antes da norma

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Reforma trabalhista entra em vigor em novembro no Brasil

O presidente Michel Temer sancionou a reforma Trabalhista, sem vetos, mas garante que enviará uma Medida Provisória para dar mais transparência a pontos como, por exemplo, se haverá ou não a exigência de um prazo de 18 meses para o traballhador terceirizado ser recontratado. Presidente do TST, Ives Gandra Filho, diz que lei traz 'segurança jurídica'.

"O momento é de cautela. TI é uma profissão diferenciada", diz presidente do Sindpd/SP

Embora entenda a Reforma Trabalhista como um 'desmonte' dos direitos dos trabalhadores, o presidente do Sindpd/SP, Antonio Neto, recomenda a não precipitação aos profissionais de TI.

Transformação digital faz dobrar média salarial em TI

Os profissionais mais requisitados na área tdem sido analistas, coordenadores, gerentes e chefes de segurança. Remuneração praticamente dobrou em 12 meses.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site