Home - Convergência Digital

Vivo implanta small cells em mais de 6900 sites do país

Convergência Digital* - 05/07/2017

A Vivo e a JCDecaux SA, empresa de publicidade exterior, assinaram um contrato para a implantação de Small Cells em mobiliário urbano, como relógios de temperatura e pontos de ônibus, entre outros. A parceria proporcionará mais de 6.900 sites no coração das maiores cidades do país, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Salvador.

O objetivo é colocar Small Cells em pontos estratégicos de áreas de difícil acesso para a telefonia móvel, a fim de garantir ainda mais cobertura das redes 3G e 4G nos grandes centros. Atualmente, a Vivo já tem 150 pontos com Small Cells em São Paulo e Rio de Janeiro. Na capital paulista, a maior parte das instalações ocorreu em orelhões da própria operadora.

No espaço de apenas quatro anos, a JCDecaux estabeleceu-se como a maior empresa de publicidade exterior no Brasil, principalmente em mobiliário urbano. O contrato prevê que a companhia proporcionará à Vivo soluções integradas, esteticamente agradáveis, que respeitem os seus contratos de concessão de publicidade, as políticas ambientais urbanas locais e os níveis de exposição às ondas de rádio em vigor.

A JCDecaux fornecerá energia elétrica e o medidor final de fibra ao pé de cada instalação escolhida pela Vivo, deixando aberta a possibilidade de qualquer outro operador usar facilmente o mesmo site no futuro. A implantação de Small Cells permitirá à operadora ampliar ainda mais sua cobertura e capacidade de rede, melhorando a experiência do cliente e a velocidade de download nas áreas urbanas mais densamente povoadas.

“A qualidade e a acessibilidade dos serviços de telecomunicações tornaram-se estratégicas para a conquista e fidelização de clientes, a competitividade das cidades e o desenvolvimento de Cidades Inteligentes”, afirma Juan Claros, vice-presidente de Engenharia e Serviços ao Cliente da Vivo. Os valores do contrato não foram revelados.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/08/2020
Vivo amplia seu ecossistema digital ao agronegócio com soluções IoT

29/07/2020
Unida às rivais pela Oi Móvel, Vivo entra na briga pela rede neutra de fibra

17/07/2020
Vivo abre processo seletivo para mais de 200 profissionais

15/07/2020
Vivo terá 5G DSS, mas cobra leilão do 3,5GHz no começo de 2021

15/07/2020
Covid-19: Vivo antecipa R$ 1 bilhão a fornecedores

14/07/2020
Com Lei, small cells avançam no Distrito Federal

06/07/2020
UISA, de bionergia, contrata Vivo para ter 4G e IoT na produção de bionergia

02/07/2020
Depois da TIM, Vivo e Claro também são multadas em R$ 800 mil

29/06/2020
Vivo Play embarca Amazon Prime Video em sua plataforma

26/06/2020
Vivo Empresas fecha parcerias para clientes nas áreas de saúde e serviços

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site