INTERNET

Recife, Vitória e Belém também ganham domínios .br exclusivos

Convergência Digital* ... 19/06/2017 ... Convergência Digital

Os usuários de Internet escolheram os nomes “vix.br”, “belem.br” e “recife.br” para representar as cidades de Vitória (ES), Belém (PA) e Recife (PE) entre os Domínios de Primeiro Nível (DPNs/categorias) criados e mantidos pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br). 

O domínio para Vitória já começa a ser usado desde esta segunda, 19/6, enquanto belem.br e recife.br passam a ser opções para negócios, profissões, prestações de serviços, ideias, etc na quinta, 22/6 e na próxima segunda, 26/6, respectivamente. 

Os nomes “vix.br”, “belem.br” e “recife.br” – assim como “jampa.br”, “floripa.br” e “poa.br” – foram criados pelo NIC.br a partir da chamada de sugestões, em que usuários de Internet preenchem um formulário on-line e indicam o nome ou apelido pelo qual a cidade é tratada e reconhecida. 

“Pelas estatísticas das contribuições recebidas, nota-se a preferência por esses nomes. Para o NIC.br, é de suma importância manter o diálogo aberto e consultar as preferências da comunidade antes de ampliar as opções para o registro do '.br'”, explica Demi Getschko, diretor presidente do NIC.br.

Pessoas físicas e jurídicas legalmente representadas no Brasil podem registrar domínios como "meunome.vix.br", "minhaempresa.belem.br", "minhaideia.recife.br", entre outras diversas possibilidades. Todas as regras para o registro dos domínios “.br” estão disponíveis no sítio do Registro.br. Com a criação do “vix.br”, “belem.br” e “recife.br”, o NIC.br encerra a chamada de sugestões para essas cidades.

O processo continua aberto, no entanto, para outras 40 localidades com mais de 500 mil habitantes que ainda não tiveram DPNs criados (veja a relação no sítio da campanha). O NIC.br reforça que não há premiação ou remuneração – o objetivo é receber contribuições espontâneas de apelidos e nomes já consagrados para novos domínios de cidades. A divulgação dos próximos DPNs acontecerá por meio no sítio do NIC.br.

* Com informações do NIC.br


"Nem todos os robôs utilizados na Internet são ruins", adverte o TSE

Segunda reunião do Tribunal Superior Eleitoral para tratar das chamadas fake news discutiu, entre outros temas, modelagem API ea criação de um ambiente virtual para receber denúncias e sugestões.

CGI.br: Multissetorialismo se mantém como base para a Governança da Internet

O CGI.br entregou as suas recomendações ao MCTIC para o aperfeiçoamento da estrutura da governança da Internet. Iniciativa reúne consensos entre os setores acadêmico, empresarial e terceiro setor. Há sugestões de mudança na estrutura do próprio Comitê Gestor.

FCC derruba neutralidade de rede e EUA se preparam para guerra judicial

Sem surpresas, a decisão se deu em bases partidárias: a maioria Republicana matou as regras que impediam operadoras de discriminarem tráfego na internet. Mas a decisão vai ser questionada nos tribunais. 

Assespro vai ao STF obrigar juízes a usarem MLAT nos dados fora do Brasil

Com filiados como Facebook, Microsoft e Uber, entidade quer a prevalência do acordo de cooperação judiciária com os EUA para acesso a informações de usuários, mesmo brasileiros, que estejam em datacenters no exterior.  

Brasil tem 91% dos sistemas autônomos com alocação IPv6

NIC.br prevê o esgotamento dos endereços IPv4 para fevereiro de 2019. Números do Brasil estão bem acima da média mundial que é de 55%, revela Ricardo Patara, que participa da 7ª semana da Infraestrutura da Internet.

Revista Abranet 23 . dez 2017 - jan/fev 2018
Veja a Revista Abranet nº 23 Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. E mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G